domingo, 8 de maio de 2016

Preciso olhar novamente pra você.

Sabe, faz muito tempo que não escrevo sobre nós ou para você. Não estou triste nem nada parecido, estou até muito feliz. Lembro como se fosse hoje a sua última frase. A última vez que ouvi a sua voz grossa. Você disse que me amaria até o último dia da sua vida, mas que vivíamos um paradoxo e que havíamos perdido o controle de nossas vidas. Na época eu não entendia o que aquilo queria dizer, eu só pensava que se você me amasse de verdade estaria comigo e tantas mentiras não teriam sido contadas. Hoje, mais madura, eu entendo o que é um paradoxo, ou porque as vezes perdemos a razão em nome do amor. Eu não acreditava que uma pessoa que ama podia humilhar a outra ou mentir, mas então, como eu poderia ter feito tantas coisas erradas e mesmo assim te amar. Quantas vezes eu mesma na me suportava. Admitir meus erros foi a saída que encontrei pra superar a sua ausência. Eu deveria ter olhado mais para mim e menos para você. Eu te amava tanto que não conseguia me ver. Eu anulei meus sonhos e minha vida em função da sua, mesmo que você nunca tenha me pedido isso. Não me arrependo, mas se hoje eu te encontrasse, te olharia com outros olhos e não erraria tanto. Me sinto envergonhada quando releio os textos desse Blog e quando lembro das vezes que te despertei ciúmes, apenas para massagear o meu ego. Não estou aqui eliminando os seus erros da nossa história de amor, mas hoje eu entendo que eles são seus, não meus. Eu aprendi a lidar com os meus erros, o que antes eu não admitia. Passei tanto tempo jogando na sua cara o quanto você errava comigo que não percebia o quanto eu errava com você. Sei que não preciso lhe pedir desculpas, pois a culpa quem carregava era eu e isso eu já superei. No dia que você decidir voltar, apenas para olhar pra mim, eu vou te pedir perdão, pois você merece isso. Você foi o homem que eu mais amei em toda a minha vida e que mudou minha história, me mostrando coisas que ninguém mais mostrou. Fez eu me sentir única na vida de alguém. Depois de você eu nunca mais consegui acreditar no amor de ninguém. Era tudo tão vazio e ao invés de me sentir feliz, eu fugia. Passei anos te procurando em outros homens e agora que não quero estar com ninguém, eu sonhei com você. Sinto você o tempo todo comigo. É como se você fosse entrar pela porta a qualquer momento e me abraçar por 5 minutos. Lembro do dia que você foi no hotel me buscar, você estava de terno preto e eu de vestido branco. Queria que o tempo tivesse parado naquela noite, mas ele não parou e na manhã seguinte, mais uma vez eu engoli a "morte" com um gole de café. Os anos passaram e você não se tornou apenas mais um como era o meu desejo. Os anos passaram e eu CRESCI, sou uma mulher adulta agora, bem diferente da pessoa perdida e sem perspectiva que você conheceu. Estou realizando meus sonhos e vivendo para mim, sem egoísmo, mas pensando em mim primeiro, como deveria ter sido naquela época, que por mais que pareça loucura, foi a melhor época da minha vida. Hoje lembro de você com tanto carinho e amor que o riso invade a minha face sem motivo, apenas de lembrar eu sinto a felicidade da minha alma. Você foi e sempre será aquele urso grande e inseguro, que pedia massagem pra relaxar. Não tenho pretensão alguma, mas eu sei que um dia o destino nos colocará frente a frente, senão para vivermos o nosso amor novamente, pelo menos para que possamos sentar na praia e rir de tudo isso e vai ser nesse momento que eu olharei para você e direi que ainda te amo. 

-  Silvana Hennicka