terça-feira, 19 de janeiro de 2016

A Cocaína te Roubou de Mim

Hoje é um daqueles dias em que a vida da gente perde um pouco o sentido e a vontade de ficar enfiada debaixo das cobertas, mesmo com tanto calor, é muito grande. Não sei explicar o por que isso acontece, então, hoje, especialmente hoje, decidi buscar uma explicação mais concreta sobre o assunto. No Youtube existem vários vídeos de autoajuda falando sobre a influência espiritual que pode afetar alguém. Pessoas sensíveis a energias sofrem quando estão desprotegidas, basta um resquício de tristeza para que você permita que algo invisível grude em seus ombros. Eu sei que parece loucura, coisa de centro espírita, mas não é, ou então eu encontraria uma explicação para o meu avô de 87 anos ter se enforcado. A influência espiritual é muito grande e antes que possamos acreditar que ela exista, já estamos nos enchendo de remédios para enxaqueca, dores nas costas, no estômago, nosso carro quebra, o copo cai no chão... ou seja, é como se estivéssemos com a parte negativa da vida, sempre ao nosso lado, o tal do “azar”. Mas não importa muito, pois se estamos nos amando por completo, nada, nem visível, nem invisível pode nos atormentar, mas então, o que estou sentindo hoje? Por que tenho pensamentos, que sei, não fazem parte de mim? Eu não sei explicar, mas queria que essa dor na alma sumisse em um passe de mágica. Agora fiz um minuto de silêncio e pedi para que o universo me desse as respostas, e nesse exato momento foi “sua” imagem que eu vi, mesmo com meus olhos fechados. Senti o coração bater tão forte que eu pude ouvi-lo. Como eu não percebi antes? Você está causando a minha angústia desde  o dia em que eu desisti de lutar contra a minha pior concorrente, a cocaína. Quando lhe conheci e vi seus olhos brilhando, naquele momento em que você contou a primeira mentira e eu fingi acreditar, apenas para ficar com você, pois o amor que senti naquele momento era mais forte do que o medo de entrar em seu mundo obscuro. Eu sabia que jamais teria chance contra um amor do tamanho do seu pela droga. As drogas não destroem só uma alma, elas destroem as almas que cercam o viciado e que por amor, não o abandonam, mas eu não consegui, e sabe por que? Por que você não me permitiu. O seu amor por mim, pode não ter sido grande o suficiente para você deixar a cocaína de lado, mas foi o bastante para que você se afastasse de mim. Você não me quer por perto, você não quer que eu veja você se destruindo e levando consigo todos ao seu redor. Você não me permite mais viver de sonhos e de uma falsa felicidade que passa tão rápido quanto uma chuva de verão. Eu insisti, chorei, implorei para que você não se afastasse e nesse momento, descobri o quanto você me ama. Só quem convive com alguém que acredita nas próprias mentiras e fantasia um mundo perfeito, sabe o que é estar lado a lado com a dor. Ver seu amor delirando, suando frio, sendo violento e perdendo tudo o que juntou em uma vida de trabalho é muito triste, mas tão triste quanto ver ele apenas sobreviver, é ver ele vender sua alma  aos demônios que o atormentam 24 horas por dia e que as vezes ele pensa ser Deus lhe mandando recados. Foi assim que ele decidiu se afastar de mim. Ele ouviu Deus dizendo que minha vida seria destruída e então, ele partiu.


- Silvana Hennicka