domingo, 11 de agosto de 2013

Por que o frio te levou?

Sinto no rosto o vento que faz a pele arder, a chuva passageira e um corpo pra me envolver. O Sol vem sem trégua e me incendeia mas na sua companhia tudo fica mágico, tudo fica perfeito. Sou uma mulher de sorte, de palavra e de garra, não desisto fácil e essa tempestade não me assusta, ela me alimenta, faz eu querer estar com você, mais e mais, pois você me protege. Esse frio que pede bebidas quentes, me faz querer uma taça de vinho e a sua companhia. Como é bom ouvir a sua voz, sentir o seu cheiro e me doar ao seu amor. Você me trouxe a Lua como presente e as estrelas como inspiração, eu te dei a minha alma e você a fez feliz. Muitas vezes me faço boba, infantil e com a mesma frequência, me faço mulher decidida. Vivo de poesias e contos, de emoções e sofrimentos. Me reencontro a cada minuto e me perco no mesmo instante em que você se vai. Te espero, te procuro, me pergunto, por que o frio leva de mim as pessoas? 

- Silvana Hennicka