domingo, 7 de outubro de 2012

Preciso deixar pra lá!

Para sempre nunca mais. Para sempre é muito tempo e nunca mais eu quero que seja para sempre. Quero só o pouquinho que me permite sorrir algumas vezes e nunca mais sonhar com coisas que nunca vão acontecer. Já deixei de pensar naquilo que dura para sempre ou nas coisas que o universo guarda sobre o brilho de alguma estrela para entregar a pessoa que mereça. Hoje preciso refletir, colocar os pensamentos em ordem e mandar tudo que não pertence ao meu corpo pra longe, pra lá... Deixar pra lá, pois de nada me adianta esse sofrimento insignificante que vai me matando aos poucos e me deixando assim, com os olhos cansados e úmidos. Não quero todos os sonhos pra mim, só quero os que me pertencem e que dependem de mim para virar realidade. Quero mais, muito mais. Preciso ir além ou então, não serei eu, ou então, não chegarei a lugar algum. Preciso enfrentar essa dura batalha que eu sei, se aproxima e me deixa ansiosa e apreensiva. Vou sofrer, vou chorar e achar novamente que o mundo se voltou contra mim, mas isso é mentira, sou eu quem decide, sou eu quem precisa ter, ou deixar pra lá... 

- Silvana Hennicka