domingo, 3 de junho de 2012

"Um beijo fácil, roubado sob a luz da Lua. Um sorriso de encanto e ingenuidade. Eu queria não mais me pertencer, eu queria agora, te pertencer. Eu não precisava mais da fonte da juventude, pois a hora de partir já poderia chegar. Eu te queria mais uma única vez, por apenas um minuto e depois... depois eu morreria de paixão e deixaria minha alma livre para rodopiar através dos mundos que transformaram meus sonhos em algo realizável." 

Silvana Hennicka