sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Por Amar Demais...

Carla era uma bela mulher. Estudante do terceiro ano de arquitetura e vários projetos a executar. Com cabelos loiros, corpo de bailarina e um sorriso inocente, Carla, aos 23 anos, ainda era virgem, mesmo nos dias de hoje, onde meninas de 15 anos já são mães. Carla sonhava em se entregar a um homem especial. Ela não queria só uma noite de sexo, ela idealizava algo a mais, uma família talvez. O sonho de Carla virou realidade quando ela conheceu Mauro, um homem vinte e dois anos mais velho, mas que fazia Carla se sentir uma princesa e ela soube que, a tão sonhada hora havia chegado. Não vou me prender aqui, às famílias de cada um dos lados, mas posso dizer que Mauro estava vivendo um momento de tristeza, pois havia perdido seu único filho e terminado um relacionamento de sete anos com outra mulher, também mais nova do que ele. Talvez a carência misturada com a tristeza pela sua perda fizeram com que Mauro também se entregasse a Carla e os dois decidiram viver aquela paixão. Tudo isso não teria nada de mais, seria uma história de amor comum, se não fosse pelo fato de que Carla engravidou na segunda vez que se entregou a Mauro. Com toda a inexperiência que cerca uma mulher ingênua, ela viu seu lindo futuro virar fumaça e pra piorar o seu tormento, aos três meses de gravidez, ela descobriu que a ex-namorada do seu, agora marido, também estava grávida de um mês e que o filho era dele. O sofrimento de ter que conviver com outra barriga crescendo no mesmo tempo que a sua, levaram Carla ao desespero e ela passou em torno de sete meses internada, pois a tristeza tornou-se uma companheira e ela já não queria mais viver. Mauro continuou com Carla, pois em nome do amor que sentia, ela o perdoou e dois meses após nascer Felipe, Mauro precisou se ausentar para acompanhar o parto do seu outro filho, que segundo ele, foi fruto de uma única noite, uma recaída e Carla fingia acreditar. A dor maior dela foi por ter que ouvir o homem que ela amava dizendo que a outra era gostosa e que a experiência que faltava para Carla, ela tinha de sobra e que sendo assim, ele não conseguiu resistir. Carla sofria em silêncio. Ela sofria pela interrupção dos seus sonhos, pelo filho que chorava dia e noite, pela falta de prazer que sentia por ainda não conhecer seu próprio corpo, por não ter aproveitado a sua vida sexual antes de ser mãe, mas principalmente, por saber que Mauro não lhe pertencia. O que Carla idealizou, nunca seria real, pois ela teria que conviver para sempre com o fantasma da traição e a dúvida sobre quem era o seu marido. Mauro era um homem bem sucedido e influente e se usando disso, conseguiu um bom emprego para Carla, pois assim, ela iria se sentir melhor e de certa forma, foi isso que aconteceu. Mas as coisas ficaram pior quando, após, mais uma discussão, Carla foi pra casa de sua mãe e levou suas coisas, talvez ela esperasse que Mauro implorasse pra que ela voltasse, mas ao invés disso, ele foi embora pra outro estado e no momento que Carla voltou para o lugar que pensava ser seu lar, seu castelo terminou de desmoronar ao perceber que ele a havia deixado de vez. Ela ficou muito bem amparada com casa própria, um bom emprego e uma gorda pensão pra Felipe, mas ela não queria o que o dinheiro pudesse compra, Carla queria só queria o seu amor, o seu homem, o pai do seu filho, uma coisa, que na cabeça dela, era simples. Ela queria sua família unida e então, resolveu perdoa-lo e por amor, viver uma "meia" vida, se conformar com as migalhas de uma felicidade que ela nunca sentiu de verdade, mas que era o suficiente para alimentar sua alma e diminuir sua dor. Hoje Felipe já completou um ano de idade e Carla continua com Mauro, mesmo ouvindo todos os dias seu coração lhe dizer que ele está com a outra. Mauro nunca falou a Carla que a amava e pra ela isso não tem importância, pois seu amor é o suficiente para os dois, então tudo bem. Eu me pergunto como ela pode amar ele mais do que a si mesma, mas no fundo não a critico, pois eu mesma, já me anulei por pensar que amava alguém que só me maltratava, mas no caso de Carla, Mauro não finge amá-la e tenho certeza que um dia ela vai acordar e perceber que nunca valeu à pena. Que minutos de alegria, não apagam dias de sofrimento.  

- Silvana Hennicka

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

A Diferença Está No Caráter

Eu não entendo por que as mulheres que se dedicam ao seu amor, sempre sofrem enquanto as mulheres que mal tratam, que não dão carinho e que só pensam em si mesmas, conseguem atenção? Por que é sempre assim? Converso com mulheres que batalham, que acordam cedo, cuidam da casa dos  filhos e ainda tem tempo pra fazer uma massagem ou oferecer um carinho em seu companheiro, e mesmo assim, são ignoradas e quando ficam tristes e reclamam, tem que ouvir que querem ser o centro das atenções. O que me conforta é saber que essas mulheres são as que fazem a diferença na vida de um homem. Essas serão as mulheres de quem eles irão lembrar no dia em que estiverem velhos, doentes ou sozinhos. São essas mulheres que vão deixar saudade no dia em que o sexo selvagem com uma qualquer, já não tiver mais importância e que nesse período da vida, o que faz a diferença mesmo, é o companheirismo. Por que os homens ainda acham que nossa felicidade está em uma linda casa, um carro do ano, um cartão de crédito sem limites ou viagens caras? Talvez isso tudo faça a diferença na vida de uma mulher sem o mínimo de capacidade intelectual e que só sabe expressar o que sente quando abre as pernas. Para mulheres bem resolvidas, o que importa mesmo é saber que se é valorizadas, que se é desejada e respeitada pelo que ela é e não pelo que mostra quando está pelada. Quando será que os homens vão aprender dizer eu te amo sem abrir a boca, sem falar uma única palavra, pois amor é muito mais do que essa frase mágica, amar é respeitar a pessoa que se dedica e que acha graça até quando você está de mau humor, desde que você não desconte nela as suas frustrações. Nós mulheres, e não apenas pessoas do sexo feminino, não queremos ser o centro das atenções e não achamos que o mundo deva girar ao redor do nosso umbigo, mas também não merecemos ser tratadas com descaso e agressividade. Não dá pra entrar na neurose de que nós estamos sempre com a pessoa errada, que temos o azar de atrair homens problemáticos e autoritários. Penso que talvez isso seja da criação do homem, que eles carreguem consigo esse orgulho que não os deixe admitir que são imperfeitos e que não permite também, que eles peçam desculpas quando percebem que deixaram sua companheira triste, desde que o macaco arrancou os pelos e começou a andar ereto.  

- Silvana Hennicka

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Para Uma Simples Reflexão

No dia em que você admitir que faz coisas que me magoam e conseguir me pedir desculpas, talvez  a ideia de te deixar e viver essa amor sozinha, longe daqui, não invada mais meus pensamentos. Não tenho duvidas do que sinto por você mas a incerteza em relação ao que me faz bem e o que me faz mal me deixa instável e decepcionada. Sinto que nem através das inúmeras coisas que já te falei, nem através das inúmeras conversas sobre meus desejos e minha fragilidade como mulher, você aprendeu alguma coisa sobre mim. Estou cansada das indiretas através de textos, mensagens e metáforas estupidas que só aumentam o meu sofrimento quando percebo que você nem liga pra mim, muito menos para o que eu estou querendo lhe dizer. Não vou mais chorar nem tentar te mostrar que você precisa se moldar a mim assim como eu tento me moldar a você, ou o quão rápido você está me perdendo. Eu não quero mais sofrer por amor e quando falo que sinto falta de quando éramos apenas namorados é porque naquela época eu setia que tinha importância pra você. Eu já não sei se você me ama ou se você simplesmente não sabe amar, eu só sei que estou triste e com vontade de não estar aqui quando você voltar pois, eu sei o que vai acontecer, você vai colocar o seu orgulho a frente do nosso casamento e para não transformar nossa vida em um inferno e matar o amor que ainda sinto por você, eu vou me doar e novamente fazer de conta que você não me magoou mais uma vez. É triste pensar no fato de que, o que para você não tem importância, para mim pode significar várias lágrimas que apenas meu coração consegue sentir. Você não é obrigado me amar ou estar ao meu lado, mas se fez essa escolha eu só te peço uma coisa, cuide de mim e do amor que eu tenho pra te doar até o último dia da minha vida. (Anônimo)

domingo, 28 de outubro de 2012

"E as lágrimas que choro, brancas e calmas, ninguém as vê brotar dentro da minha alma! Ninguém as vê cair dentro do meu ser!" E o coração que carrego no peito, ninguém o vê acelerar, ninguém o vê quase parar! E o amor que me faz sonhar, ninguém consegue encontrar, ninguém consegue tocar!" 

- Silvana Hennicka

sábado, 27 de outubro de 2012

Quero, desejo, mas não me permito... Busco saudade dentro da memória e espero o tempo passar, não passa... Relembro o gosto do beijo e volto novamente ao lugar combinado, sozinha, vazia, sem luz... Um pássaro me diz algo, não escuto, não acredito, não, não... Grito, lamento, me refaço e me encontro... Agora me resta sorrir e recomeçar, me recompensar e assim me dar valor... Me amo, me quero... necessito amar, necessito continuar, parar, pensar, para então, descobrir o meu lugar... descobri, é aqui, nesse ninho aconchegante chamado Vale dos Sentimentos, um lugar onde eu me permito apenas sentir, apenas sentir e descobrir que estou viva! 

- Silvana Hennicka

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Sentir-se Amado

O cara diz que te ama, então tá. Ele te ama.

Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado.

Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas. Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra, uma diferença de milhas, um espaço enorme para a angústia instalar-se.

A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e verbalização, apesar de não sonharmos com outra coisa: se o cara beija, transa e diz que me ama, tenha a santa paciência, vou querer que ele faça pacto de sangue também?

Pactos. Acho que é isso. Não de sangue nem de nada que se possa ver e tocar. É um pacto silencioso que tem a força de manter as coisas enraizadas, um pacto de eternidade, mesmo que o destino um dia venha a dividir o caminho dos dois.

Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que sugere caminhos para melhorar, que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você, caso você esteja delirando. "Não seja tão severa consigo mesma, relaxe um pouco. Vou te trazer um cálice de vinho".

Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica triste quando você está triste e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d´água. "Lembra que quando eu passei por isso você disse que eu estava dramatizando? Então, chegou sua vez de simplificar as coisas. Vem aqui, tira este sapato."

Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem-vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta.

Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.
(Martha Medeiros)

O que é um psicopata? | Mente e Cérebro | Duetto Editorial



O que é um psicopata? | Mente e Cérebro | Duetto Editorial
Que o meu sorriso me leve para onde a brisa das manhãs possa tocar o rosto do meu príncipe e que eu consiga ser a princesa dos seus sonhos. Gostaria de transformar o meu sorriso em um vulcão e com seu calor aquecer o mais frio dos corações, para só então viver plenamente o amor capaz de me fazer suspirar de alegria. Sou a face dos sonhos não realizados e isso me faz viajar todas as noites, pois a certeza de acordar sorrindo quando a Lua pede licença para se retirar é tudo o que eu preciso para libertar a minha alma e dar bom dia para o Sol. (Silvana Hennicka)

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Garotas de Vidro

Quero indicar esse livro para todas as mulheres que não comem porque se acham gordas, que idealizam pessoas photoshopadas expostas em capas de revista, como um modelo a ser seguido, um padrão que a sociedade exige. Quando vamos entender que a beleza vai muito além de um corpo magro e sem celulites? Talvez esse seja o grande mal do século, idealizar algo que teoricamente não tem importância, até mesmo porque sabemos que os tomates mais vermelhos e brilhantes, são os que receberam uma maior quantidade de agrotóxicos, então, o corpo só tem importância se a alma for saudável. Não adianta relutar, não adianta fazer de conta que não vai acontecer... todos nós vamos envelhecer e morrer um dia, mas continuamos insistindo em perder o pouco tempo de vida que nos resta com coisas fúteis como um corpo perfeito, que no fundo, não existe, já que a perfeição é algo relativo e complexo demais para ser alcançado. Esse livro mostra claramente que quando colocamos o nosso corpo a frente do resto, simplesmente deixamos de viver, deixamos de existir mesmo que nosso coração continue batendo. Se ame como você é e se precisar perder alguns quilos, faça isso de uma maneira saudável e com força de vontade, mas não porque a sociedade exige isso, faça isso por você! 

- Silvana Hennicka
Sou uma flor, necessito ser regada todos os dias e se me plantar em um lugar onde o Sol se fazer ausente, minhas pétalas não terão cor, serão opacas, sem graça. Não exijo que fique o tempo todo ao meu lado para me ver crescer e virar uma linda planta que vai dar vida ao jardim, preciso apenas que me adube de vez enquanto e que nunca esqueça de me dar água, caso contrário eu morrerei e me transformarei em um monte de galhos secos e raízes sem vida. (Silvana Hennicka)

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Estou tentando encontrar asas para poder buscar todas as pessoas que sempre estiveram ao meu lado. Eu queria voar pelo universo e gritar com toda força, o quanto eu sou grata aos meus amigos e a minha família por nunca duvidarem da minha capacidade de superar os problemas. Se hoje eu estou vivendo tudo isso, se a felicidade se faz presente em minha vida 24 horas por dia, a culpa é de vocês. Se eu soubesse a fórmula para dividir a felicidade, eu daria um pouquinho pra cada um de vocês, que nem preciso citar aqui, pois quem faz parte da minha vida, sabe disso,  não havendo assim, necessidade de escrever nomes. Daqui a três horas eu estarei voando pra longe. Quero matar a saudade dos que ficaram quando parti e sentir falta dos que estou deixando pra trás. A minha vida é assim, estou sempre dividida entre a saudade de uns e a alegria de estar próxima de outros. Estou deixando a minha casa, o meu cachorro e o meu amor, mas semana que vem eu volto e tudo estará como estava na hora que parti. Quero agradecer aqui a uma pessoa em especial, que sempre que eu preciso, se desdobra pra me ajudar. Obrigada Sthephani por ter largado o teu serviço pra me socorrer na hora que eu precisei. Apesar de eu ter antecipado o voo e decidido voltar antes do dia previsto, eu sempre vou te agradecer por ter sido prestativa e obrigada também por me ouvir nos meus surtos e me dar conselhos. Você é uma daquelas amigas que eu sempre vou lembrar e sentir saudade, não importa onde eu esteja. (Silvana Hennicka)

A Hipocrisia Que Envolve o Amor



Ontem eu ouvi uma moça falando que quem ama tem que provar isso, só porque o namorado dela havia pegado um avião e se deslocado até a Alemanha para acompanha-la na viagem de volta para o Brasil. Fiquei me pergunto se é esse o significado do “amor”, algumas horas em um avião. Depois ouvi a mesma moça contando pra amiga, que não aguentava mais as mentiras dele e a falta de consideração em relação a ela, então a amiga ficou irritada e falou em voz alta e foi por isso que consegui ouvir: “Eu não sei como você aguenta isso. Ele te sacaneia o mês inteiro, daí liga chorando, manda uma passagem e você sai correndo, como um cachorrinho adestrado, esquecendo o quanto ele te faz chorar, as vezes que ele já te traiu... Você pegou outra mulher na cama dele e continua achando que o que ele sente por você é amor?” A conversa entre as duas prosseguiu e entre lágrimas de uma e “verdades” ditas pela outra, eu fiquei me perguntando: por que as mulheres tem essa mania de achar que precisam de provas de amor? Muitas exigem anéis de compromisso, fotos do casal em redes sociais, flores, presentes... e para elas, isso é o suficiente para provar o amor que ele sente por ela. Pra mim, amar é muito mais do que mandar um buquê de rosas vermelhas ou um presente caro, coisas desse tipo. Essas atitudes encantam, dão vida nova ao relacionamento, porém, elas servem apenas, para alimentar uma chama pré-existente e não para provar alguma coisa. No dia que as mulheres entenderem o amor como algo que não necessita de provas para ser verdadeiro, que não está à venda e que não é necessário mostrar para o resto do mundo e sim vivido entre o casal, talvez possamos vislumbrar relacionamentos mais sólidos e verdadeiros. Tem mulher que aceita ser humilhada, maltratada, perdoa traições... mas basta o homem fazer uma viagem pra “Alemanha”, espera-la com pétalas de rosas espalhadas pelo quarto, ou abrir uma garrafa de vinho qualquer dizendo que comprou especialmente pra ocasião, para ela ter a prova que tanto esperava: “ele” a ama. Mas no fundo esses momentos só tem valor se forem transformados em fotografias e causarem inveja a alguém, pois do contrário, não existiriam festas de casamento e as alianças seriam simbólicas. Desculpem-me aqui os românticos, eu não sou contra o romantismo, até acredito que “ele” seja o adubo do amor, eu só estou tentando entender por que isso tem que estar à frente do companheirismo, da lealdade, da cumplicidade e da soma diária dos defeitos de um com os problemas do outro, até os dois encontrem o equilíbrio? Por que provar amor é mais importante do que olhar nos olhos e não precisar dizer nada, apenas sentir o coração do outro batendo dentro do “seu” peito, a tal troca de sensações? A resposta é simples, sentimentos não são vistos e poucas pessoas têm sensibilidade o suficiente para de sentir aquilo que não sabem dar. “Você” não vai precisar de provas quando desenvolver a capacidade de confiar e de merecer o amor do outro, não tornando-se proprietária nem propriedade de ninguém, amando-se acima de tudo e não permitindo que outra pessoa fale o contrário do que você pensa sobre si mesma. Se você expõe a sua felicidade, corre o risco de alguém roubá-la, pois “esse” é um dos bens mais preciosos e que muitos não tiveram ainda a oportunidade de sentir. Quem aceita viver de migalhas, não merece ser feliz!
Silvana Hennicka!

domingo, 7 de outubro de 2012

Preciso deixar pra lá!

Para sempre nunca mais. Para sempre é muito tempo e nunca mais eu quero que seja para sempre. Quero só o pouquinho que me permite sorrir algumas vezes e nunca mais sonhar com coisas que nunca vão acontecer. Já deixei de pensar naquilo que dura para sempre ou nas coisas que o universo guarda sobre o brilho de alguma estrela para entregar a pessoa que mereça. Hoje preciso refletir, colocar os pensamentos em ordem e mandar tudo que não pertence ao meu corpo pra longe, pra lá... Deixar pra lá, pois de nada me adianta esse sofrimento insignificante que vai me matando aos poucos e me deixando assim, com os olhos cansados e úmidos. Não quero todos os sonhos pra mim, só quero os que me pertencem e que dependem de mim para virar realidade. Quero mais, muito mais. Preciso ir além ou então, não serei eu, ou então, não chegarei a lugar algum. Preciso enfrentar essa dura batalha que eu sei, se aproxima e me deixa ansiosa e apreensiva. Vou sofrer, vou chorar e achar novamente que o mundo se voltou contra mim, mas isso é mentira, sou eu quem decide, sou eu quem precisa ter, ou deixar pra lá... 

- Silvana Hennicka

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Seu Abraço Acalma Minha Alma

Uma alma, um tormento, um ponto que não ganha foco... Minha vida distorcida, meu corpo buscando equilíbrio... Tentativas frustradas de esquecer o passado... Um coração criança, imaturo e vulnerável e eis que um anjo aparece nos meus sonhos. Ele me olha, me avalia e me leva de volta pra vida real. Suas asas me aconchegam, me dão paz, me protegem... Te busco todos os dias nos desejos mais secretos que carrego na mente, nas minhas fantasias. Te quero incessantemente e faço do meu corpo a tua morada, o mar onde você navega nas noites de amor. Se te afasta, sangro, choro, me perco em meio a névoa da solidão. Mas você volta e acende meu brilho, acende meu fogo, um fogo que já não tinha chama, que já não tinha calor. Você me faz perder a cabeça e me ensina a voar enquanto eu te mostro a simplicidade da vida. Me põe frente a face de um amor que eu não sabia existir, que eu não sabia ser tão bom viver. Faz muitas coisas perderem o sentido e me ensina a superar defeitos. Te quero pra sempre, te quis ontem e te esperarei amanhã. Vem logo pro meus braços e sussurra em meu ouvido que sou sua. Me irrita, me critica, me seduz dias sem fim, noites sem fim... Me faz sorrir por me ser leal, fiel, pois fingir e mentir, transforma o alicerce do amor em algo frágil, vulnerável... Me molda aos seus deslizes e aceita que não sou perfeita, só uma coisa te peço, não temas, não fugirei, não partirei, pois você é o dono do conto de fadas que eu escrevi e do mundo que decidi habitar. Você é o proprietário do jardim que eu rego todas as manhãs e assim, se faz meu homem, meu amante, a pessoa que me guia, que me completa... Não posso voltar atrás, já me fixei ao seu lado, já fiz a minha escolha, é você quem eu quero... Te escolhi, te necessito e preciso continuar acordando ao seu lado todos os dias, pois se não for assim, de nada me serve os raios do Sol entrando no quarto e iluminando o nosso refúgio, o nosso mundo, o lugar onde você me faz sorrir, onde as vezes enxuga as minhas lágrimas, espanta meus medos, me ama... Quero você com a mesma intensidade que você deseja envelhecer ao meu lado. Obrigada por cuidar de mim e por transformar a minha vida em algo que não deve passar despercebido. Obrigada por me permitir sonhar. Obrigada por simplesmente me amar! 

- Silvana Hennicka

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Amizade!

Quando você escolhe mudar de vida, parece que nada mais vai dar certo, que você não vai mais ter amigos, ou um lar... um porto seguro, mas isso não acontece, pois você acredita na sua capacidade de romper as barreiras e seguir em frente e de repente você conhece pessoas maravilhosas e tromba com um novo amor, um novo homem, alguém que sabe te fazer feliz e te dá segurança em todos os sentidos. Isso aconteceu comigo e receber essas pessoinhas especiais na minha casa é muito bom. Meninas voltem sempre e alegrem a minha humilde residência. 

Silvana Hennicka

domingo, 9 de setembro de 2012

Sou uma mulher que sonha muito além do que me é permitido e não consigo ver maldade ou mentira nos olhos dos que amo, mas por ser assim, sempre acabo sofrendo quando descubro que as coisas só são perfeitas dentro do mundo que eu idealizo todos os dias. Não há perfeição, lealdade não é sinônimo de fidelidade, não há uma única planta que viva eternamente, mas eu posso acreditar que minha alma é eterna e assim, ter a certeza de que tenho todo o tempo do mundo para continuar acreditando que o ser humano pode sim, melhorar... 

- Silvana Hennicka

terça-feira, 26 de junho de 2012

O que leva as pessoas a se anularem, apenas para seguir as convenções que a sociedade exige? Seria hipocrisia falar que não precisamos de ninguém nem tampouco de dinheiro, mas virar escravo disso, é nada mais do que aprisionar a própria alma, que acaba passando despercebida na nossa vida e quando a velhice chegar vai bater um desespero e uma vontade incontrolável de voltar no tempo e viver com mais intensidade, com mais riscos, com mais emoção, apenas para sentir a nossa alma vibrar e nos mostrar que viver é muito mais que sobreviver ou apenas existir. Enquanto jovens, não vivemos da maneira que deveríamos, destruímos um corpo saudável, usando drogas, ingerindo álcool, trabalhando compulsivamente e vivendo sempre no futuro, ou então, remoendo o passado e assim, perdemos os melhores anos da vida esperando que o dia perfeito para começar a viver, vai chegar, mas ele não chega nunca, pois nós nunca teremos dinheiro o suficiente, nunca teremos uma casa grande o suficiente, nosso carro sempre será inferior àquele que desejamos possuir.... O dia que conseguirmos sentir felicidade nas coisas simples que Deus nos dá de graça todos os dias, talvez possamos sentir um pouquinho de uma felicidade que esperamos encontrar apenas no dia que nossos sonhos estiverem realizados. Precisamos aprender a viver para nós mesmos, não para as coisas que não nos permite voar. (Silvana Hennicka)

segunda-feira, 25 de junho de 2012

O Sopro da Floresta!

Todas as noites antes de dormir, eu peço para essa força que nos rege, que muitos chamam de Deus, para que cuide de mim, que afaste as pessoas de má fé e que coloque no meu caminho apenas pessoas boas e ultimamente isso está acontecendo da maneira que eu desejei. Tendo isso como uma coisa boa na minha vida eu conheci uma pessoa maravilhosa, Shaneihu Yawanawá, que com muita garra, está defendendo seu povo com as armas que tem em mãos. Ainda sei pouco da história desse povo, mas agora, com o convite para fazer parte desse mundo da floresta, eu espero me doar por completo a esse novo mundo. Obrigada Shaneihu pelo carinho e pelo convite, se depender de mim, eu farei o possível para responder as suas expectativas, dentro do pouco tempo que tenho disponível. Quero me doar, não só de corpo, mas também de alma, pois acredito que a cura do corpo e do espírito está em meio a natureza e ao equilíbrio que o homem deveria ter com todas as coisas que não estão relacionadas a bens materiais. Me senti na obrigação de colocar aqui a sua participação no programa da Ana Maria Braga, o Mais Você!!


http://maisvoce.globo.com/videos/t/programas/v/o-sopro-da-floresta-ana-mara-participa-de-ritual-feito-por-indios-brasileiros/2006596/

domingo, 24 de junho de 2012

Quero, desejo, mas não me permito... Busco saudade dentro da memória e espero o tempo passar, não passa... Relembro o gosto do beijo e volto novamente ao lugar combinado, sozinha, vazia, sem luz... Um pássaro me diz algo, não escuto, não acredito, não, não... Grito, lamento, me refaço e me encontro... Agora me resta sorrir e recomeçar, me recompensar e assim me dar valor... Me amo, me quero... necessito amar, necessito continuar, parar, pensar para então, descobrir o meu lugar!! 

- Silvana Hennicka

sábado, 23 de junho de 2012

Coração pede Cautela


Ontem a noite eu olhei para o alto e percebi que a Lua havia se escondido e levado consigo as estrelas. Eu estava ali, com ele, feliz, olhando para o Céu, que demonstrava a sua tristeza por não ter nada que o fizesse brilhar. Eu estava brilhando, eu estava vibrando, ele fez isso comigo e não dei importância para o sumiço da Lua, que quando viu a minha alegria, foi chegando de mansinho, meio tímida, por trás das nuvens, enquanto as estrelas também começaram a se fazer presente... ele foi o meu presente, a pessoa especial pra mim, que me encantou no primeiro instante e se manteve assim, o homem ideal... Então, por que tenho medo? Por que tenho a sensação de que, mais uma vez não é real? Eu quero, mas meu coração pede cautela, não sei ter cautela, preciso me arriscar, me lançar, sentir a adrenalina que faz meu peito pulsar mais e mais. Quero em teus braços me perder e ter você navegando no meu corpo, mas e o medo...? O que faço com o medo que me confunde? Agora preciso pensar, refletir e mandar essas coisas que confundem a minha mente para o mesmo lugar onde a Lua estava, mandar tudo isso pra trás das nuvens e assim, aproveitar os momentos alegres que você me proporciona e acreditar que eu ainda tenho o direito de amar e sentir novamente as emoções de uma grande paixão, sem esperar que acabe, sem esperar que se perca... apenas viver as sensações que você pode me proporcionar, mas e se você não veio pra ficar e se não souber me amar? O que vou fazer quando você partir e o que direi ao meu sofrido coração, que prefere se manter na solidão a ter que se arriscar nessa coisa incerta que envolve os relacionamentos? Preciso pensar, respirar, esperar, preciso esperar você chegar e me mostrar que o medo que sinto, nada mais é, do que a armadura que envolve o meu coração a fim de não mais fazê-lo sofrer! 

- Silvana Hennicka

quinta-feira, 21 de junho de 2012

"Tem épocas na vida, que a gente pensa ter tudo, pensa até que é imortal e que nada pode nos atingir, mas é fácil perceber que isso é uma coisa irreal, bastam poucas palavras pra que nossos castelos sejam destruídos, que nosso escudo seja perfurado por uma arma mais poderosa e que somos sim, seres mortais e com uma alma frágil, passível de sofrer." 

- Silvana Hennicka

domingo, 17 de junho de 2012

Tirei essa foto em um momento único onde o Sol tentada se esconder bem na frente dos meus olhos!!



quarta-feira, 6 de junho de 2012

Sonho Real

Hoje é um dia daqueles em que a felicidade não cabe no peito. Logo cedo eu tive uma surpresa, que por enquanto vou deixar em off, mas posso afirmar, vai mudar a minha vida. Isso tudo me deu uma sensação de poder que há muito tempo eu não sentia. Não é aquele poder de querer estar acima dos outros, não, é um poder que me dá a certeza de que posso chegar onde eu quiser. Essa força que vem de dentro, tá me transformando em uma pessoa melhor, e por mais que eu adore escrever melancolia e textos tristes, eu sou muito feliz e realizada. Sinto não poder dividir isso com algumas pessoas, que pelos mais variados motivos, se afastaram de mim, mas em relação a isso, já não posso fazer nada, pelo menos vou levar comigo o alívio de ter tentado até o último minuto manter o equilíbrio. Passado acomodado no baú de memórias e eu, agora no presente, depois de um dia maravilhoso de trabalho, onde o sucesso profissional me dá uma satisfação que preenche todos os espaços que antes estavam vazios, eu estou aqui, fazendo o que mais gosto, que é escrever. Estou em cima da linha tênue que separa o não querer acreditar com a certeza de que é real, eu queria voar para longe e sentar em uma montanha ao seu lado e dizer que sinto por você não estar aqui pra dividir isso tudo comigo, mas o dia está se aproximando e espero que você venha logo. Ao assistir o filme que você pediu, eu vi a cena final a qual te fez lembrar de mim. A Aline Moraes esperou por 20 anos, mas eu sei que não será necessário tanto tempo pra estarmos em um aeroporto qualquer e vivermos a mesma sensação das personagens. Desculpem-me, se hoje eu não viajei pelo mundo dos contos, pelos buracos feitos no peito ou pelos vazios da alma, mas hoje, e talvez amanhã não mais, eu queria escrever o meu estado de espírito e simplesmente, expor o que há muito, eu guardo só pra mim, a minha vida plena e completa. Eu sobrevivi a muitas coisas ruins e muitas coisas boas, que serviram de adubo para o meu jardim, que hoje, mais do que nunca, está repleto de borboletas que enfeita a minha vida e me fazem acordar e dormir sorrindo. 

- Silvana Hennicka

domingo, 3 de junho de 2012

Muitas Coisa...

Muitas coisas escrevo, muitas emoções eu vivo, poucas coisas eu mudo. Muitas frases se vão, muitos homens desejei, muitos sonhos dispensei... Ontem eu me perdi, ontem eu chorei e hoje eu renasci... Me reencontrei! Ontem eu fui dormir mais tarde, acordei mais cedo e dormi novamente. Descartei hipótese e imagens distorcidas de quem não quero mais. Tomei café com o Sol no rosto e senti a vida voltando pra dentro de mim. Sou mulher, sou menina, sou feliz... Sou uma pessoa que já não precisa de aprovações pra conquistar o mundo ou os corações que nele se perdem. Sou o ar que alguém dispensou, sou a frio que alguém passou, sou eu mesma e não quero mudar... eu não preciso mudar, eu preciso apenas, imaginar, sonhar e seguir em frente, sozinha, levando meus sonhos em uma mochila, mas se o peso for muito, não exitarei em deixar para trás alguns deles. Sonhar é preciso, mas realizar, nem sempre é necessário. 

Silvana Hennicka
"Um beijo fácil, roubado sob a luz da Lua. Um sorriso de encanto e ingenuidade. Eu queria não mais me pertencer, eu queria agora, te pertencer. Eu não precisava mais da fonte da juventude, pois a hora de partir já poderia chegar. Eu te queria mais uma única vez, por apenas um minuto e depois... depois eu morreria de paixão e deixaria minha alma livre para rodopiar através dos mundos que transformaram meus sonhos em algo realizável." 

Silvana Hennicka
Se eu estivesse no alto de um prédio, mais precisamente, no telhado, talvez eu pulasse. Eu poderia fazer isso apenas para sentir a emoção da queda, ou acabar com algo que me machuca, um espinho no coração, quem sabe? Alguma coisa me levaria a tomar essa atitude, a atitude de simplesmente me lançar, sem pelo menos ter um par de asas. Mas e se eu tivesse asas, será que eu pularia, será que eu saberia voar? Não me importam as respostas, pois eu não estou no alto de nenhum prédio e então, eu não poderei fazer nada a respeito da vontade de me tornar livre. Eu decidi que, para ser livre nesse momento, eu preciso apenas fechar os meus olhos e visualizar os meus desejos realizados e transformar meus sonhos em novos projetos. Há muito tempo eu quis gritar e falar o que penso sobre muita coisa e sempre tive medo, mas a partir de hoje eu sou uma mulher livre e nenhum fantasma do passado vai me atormentar mais. Agora eu já estou colhendo um por um, os frutos das árvores que plantei e que cuidei com tanto amor. Hoje eu posso gritar que eu não era feliz, que tudo aquilo me fazia mal. Hoje eu sei o que é a felicidade e é isso que eu quero perto de mim, é isso que eu quero que me acompanhe dias sem fim, noites sem fim....


Silvana Hennicka!!

sábado, 2 de junho de 2012

Você não sabe amar!

Eu não quero mais isso pra minha vida. Ninguém pode pensar que ama alguém que lhe faz tão mal. Não dá pra acordar todas as manhãs achando que algo de diferente vai acontecer, que alguém vai surgir, do nada, na sua frente e te pedir perdão por ter destruído o seu coração e tatuado o ódio em sua alma. Quero muito mais do que essa mesquinharia pra minha vida. Preciso entender que o tempo passou e que a realidade mudou, já não tem espaço pra você dentro da minha vida e os minutos que ainda reservo pra ficar com você no pensamento, já estão acabando. Eu já virei a página várias vezes, mas insisto em reescrever a mesma história, mas agora, nesse minuto, eu desisto de você e de todo aquele ideal que, de alguma maneira, você me fez acreditar. Revendo a nossa história, dá pra ter uma leve noção de quem você é... nada de anjo ou menino meigo, como eu sempre pensei, você é cruel e nunca saberá o que é amar alguém, pois não consegue ver nada além de si mesmo. Você é hipócrita e pensa que é alguém importante dentro desse mundinho que você inventou e que lhe consome as horas, os dias e a sua vida por completo. Eu posso ter meus momentos de pura tristeza, mas sou feliz por pelo menos, saber como é bom amar, como é bom se entregar a algo que vale à pena. Você pode fazer todas as viagens, comprar os melhores carros e possuir várias mulheres, mas nunca será feliz e nunca conseguirá fazer alguém feliz.


Silvana Hennicka!

terça-feira, 29 de maio de 2012

Não me julguem pelas palavras e não esperem que eu mude, esperem apenas, que eu não fale a verdade sobre os dias iluminados que fazem o meu corpo brilhar e cada vez mais, evidenciar as minhas conquistas. Eu sei que escrevo o passado, que desenho sonhos não realizados e que choro amores que não foram eternos. Faço textos para um ex, para um atual e até mesmo para alguém que ainda nem encontrei, e que pode ser, nunca encontre, mas agora nesse minuto, quero dizer que sinto saudade de você, que no presente, me faz sorrir, me faz viajar e esperar a primavera, como se dependêssemos das flores para viver. Quando chegar, bata na minha porta e fale pro meu coração que você veio pra ficar. Deixe meus dias mais belos e meu jardim mais colorido, para que as borboletas possam esperar o verão e assim, sentir o calor do Sol, da mesma maneira que eu quero sentir você. 


Silvana Hennicka!!
Mais um dia chega ao fim e a noite vem dominado a vasta imensidão que compõe o universo, enquanto eu, continuo me perguntando, quando vou obter as respostas? Quando você vai criar coragem para me explicar os por quês  e assim, livrar-me desse peso que sobrecarrega os meus ombros? Em alguns momentos eu já não quis saber, por que você finge que não sabe que ainda sofro. Eu já não quis saber, se você está feliz e se encontrou paz na sua vida incerta e descompassada. Há muito eu grito e imploro para que alguém me diga que foi um sonho, que foi um engano, que tudo não passou de algo criado pelo meu inconsciente, mas acordo e percebo que foi real, e que marcou a ferro o meu coração. Viver dos pedaços dessa curta vida que tive ao seu lado, virou o meu presente e será o meu futuro, a não ser que você decida me dar as respostas. Eu poderia implorar, eu poderia insistir, mas de nada vai adiantar, já que você, se recusa a me ouvir, a me amparar e se nega me amar. 


Silvana Hennicka!!

domingo, 27 de maio de 2012

Não dá mais pra fingir, não dá mais pra achar que a máscara ainda está na cara. O novo chegou, o velho partiu e o futuro ainda é incerto e frio. Hoje estou aqui, vivendo um segundo após o outro. Hoje eu estou aqui, pensando sobre tudo o que eu quero esquecer, mas que a mente não deixa e assim, o coração sofre. Sou uma mulher difícil de se lidar, mas fácil de se amar. Não tenho exigências prévias, nem tampouco imposições, peço apenas que não me faça sofrer, que cuide do meu coração e que na hora que decidir ir embora, deixe tudo como estava. Na hora que decidir partir, não deixe meu coração em pedaços, pois eu já não tenho tempo para cola-los e não conseguiria viver para sempre com o peito doendo.

Silvana Hennicka!

terça-feira, 22 de maio de 2012

Sei que sou alucinada, escrevo coisas que muitos não entendem e que só tem significado pra mim mesma, mas e daí, não estou pedindo a opinião de ninguém, apenas gosto dessa coisa, de pôr no papel, pedacinhos de mim.

Silvana Hennicka!!
Nunca chore diante de pessoas que não entendem o significado de suas lágrimas, pois chorar é um arte e nem todo mundo é um artista. (Renato Russo)

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Estou escrevendo um conto. Estou escrevendo frases, soletrando rabiscos e decifrando o meu passado. Quero voar cada vez mais alto e me lançar cada vez com mais ousadia. Sou forte, sou o desafio em forma de mulher e uma loba vestida de branco em meio a escuridão. Não acho prudente me provocar, pois viro bicho, faço feitiço, apago as velas e te entrego as trevas. Quero colar os pedaços nos lugares errados, remontar o que caiu no chão e virou pó, reconstruir a minha história, que no meio do caminho se cansou de ser insignificante para virar romance, filme de amor, comédia... Me permiti sair do porão escuro que um dia você me trancou, renasci, conquistei liberdade e aprendi que amar demais faz da vida escravidão, faz dos sonhos, devaneios que te levam para um mundo sem cor, sem brilho, sem nada. Para mim restou um futuro promissor, cheio de coisas realizáveis, para você, restou pensar em mim até o dia em que Deus lhe arrancar o último suspiro.


Silvana Hennicka!!
Quem disse que não foi bom?? Não é porque terminou que não valeu à pena!! Eu faria tudo novamente mas com o cuidado de terminar na manhã seguinte!

- Silvana Hennicka
Um dia as respostas baterão à minha porta e eu as pegarei e guardarei bem longe de mim, pois eu não quero resposta pra nada, eu quero continuar perguntando sem esperar que alguém me fale o que é certo e o que é errado, pois obter respostas, não vai mudar a minha maneira de pensar!

Silvana Hennicka!

terça-feira, 15 de maio de 2012

Quando o seu corpo estiver precisando de calor, no frio do inverno, ou quando o seu coração necessitar do meu para continuar batendo, vem aqui, para eu poder lhe falar que a fila andou e que a sua vez já passou! 


Silvana Hennicka!!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Estou me reinventando... Estou abrindo uma porta de cada vez e tomando o devido cuidado, para que o vendo não a feche assim que eu passar. Estou rindo mais e com a mesma intensidade, chorando. Sempre que posso falo sobre isso com a Lua, já que, nada melhor do que ela pra me entender. Eu choro, mas não sei por que, nem por quem, nem por quanto tempo, apenas sei que choro. Transbordo de lágrimas, me atrevo, me lanço e me perco em meio a esse mar de lágrimas que meus olhos expulsam sobre a pele frágil do meu rosto. Corrijo as falhas, uso a borracha, construo, faço rabiscos e depois remonto o meu ser. Viro lentamente as páginas de uma vida completa, repleta, instigante, que faz da dor, sorriso, brilho e transforma tudo em amor. Ei de buscar o que falta, vou longe, depressa, me canso, mas não desisto, pois, para te ter vale enxugar cada gota do meu suor e esperar cada pétala que falta abrir, as mesmas pétalas que irão transformar o meu humilde jardim em um lugar digno de você.


Silvana Hennicka!!

domingo, 13 de maio de 2012

Com Medo de Amar!!

Hoje eu resolvi falar de coisas que eu não me permitia mais lembrar. Resolvi abrir os arquivos do meu coração e expressar o que está fazendo a minha alma sangrar. Hoje é dia das mães, então, teoricamente é meu dia também, mas eu sofro por estar longe dos meus filhos, os dois meninos encantadores de quem eu abri mão de estar perto para lutar por alguém que eu pensava me amar. Não quero me lamentar hoje nem nunca mais, só que eu não consigo suportar essa dor de não ter sido amada da maneira com que eu sonhei. Eu sei que idealizar é um erro que todos cometemos e que as pessoas nunca serão como gostaríamos que fossem, mais eu realmente entreguei meu corpo e minha alma e agora, sinto que não consigo mais "querer" e então, eu fujo. Eu estou bem em cima de uma linha tênue que divide o medo de viver novamente um passado que me fez sofrer e o medo de buscar um futuro que me é incerto. As pessoas falam que eu preciso arrumar alguém que me faça feliz, mas eu não consigo amar, eu não consigo mais me doar. Parece que eu esgotei as minhas reservas em relação a qualquer sentimento. A fonte que antes transbordava, agora está seca e sinto que eu não tenho mais nenhuma gota de amor pra entregar e eu não me permito "estar" sem "sentir". Quem sabe um dia, eu consiga descobrir como fazer para me livrar dessa culpa que ainda invade os meus dias e me faz não ver a luz da Lua. 


Silvana Hennicka!!

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Te Necessito Aqui!!

O som da sua voz me é um mistério, mas seus olhos já me passam paz. Nas grandiosas coisas que você faz com pequenos gestos de bondade, leva esperança a um mundo que já não acreditava no amanhã. Te encontrar está muito além de um desejo, tornou-se uma necessidade, que está limitando minha alma, já que perco parte do meu dia com os pensamentos longe daqui. Através de imagens, sei como é cada parte que forma o seu corpo e os contornos do seu rosto me transmitem liberdade. Não me tome como uma sonhadora, ou uma mulher que está em busca de algo que ainda não encontrou, me tome como uma pessoa que consegue sentir, por meio dos poros da sua pele, coisas que seu futuro já traçou. Eu sou um ser único dentro desse corpo, que não consegue se limitar a escrever apenas uma frase, eu preciso escrever uma vida, descrever sentimentos e desenhar o amor. Me perdoe se estou sendo pretensiosa, mas sou sim, única e você é aquele que me leva todos os dias para um cantinho onde mensagens são deixadas, a espera de olhos, que brilhando, traduzem em sorrisos, aquilo que o coração está sentindo. Quando minha poção mágica estiver pronta eu poderei realizar o sonho de fechar meus olhos e sentir meu corpo envolvido pelos seus braços, e nesse dia, apenas nesse dia, eu quero implorar a Deus que me permita parar o tempo, nem que seja por alguns segundos, para que eu não corra o risco de acordar e veja que tudo não passou de um sonho. 


Silvana Hennicka!!

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Teatro da Vida Real

A minha peça de teatro é encenada no palco da vida real e não em um circo de faz de conta, onde as pessoas são apenas personagens que usam de marcações pré estabelecidas para agradar a platéia!

Silvana Hennicka!!

Doce Beijo!

Me leve novamente para aquela fonte inesgotável de amor e devolva os sonhos que me foram roubados. Eu necessito beber mais uma vez dessa água que um dia me devolveu a vida. Esteja você onde estiver, saiba que te necessito dias sem fim , noites sem fim... Lembro-me do momento em que toquei seus lábios. Mesmo estando meus olhos fechados, eu via seu rosto, apenas por sentir o sabor da sua boca... Seu toque, seu calor, seu corpo... Estranha sensação que sinto quando durmo, você me abraça e me protege, me faz viajar por um mundo estranho, onde nada me dá medo ou insegurança, eu apenas flutuo e me sinto feliz. Agora estou acordando e a Lua já partiu, você também... Fico triste quando percebo que no mundo dos sonhos podemos plantar rosas sem espinhos, fazer as borboletas serem eternas, dar vida ao imaginário, mas quando voltamos pra realidade, sentimos o vento gelado dominar a alma e nem o calor do Sol é capaz de aquecer um coração que ainda acredita que tudo pode mudar, que tudo pode acontecer da maneira que um dia ele acreditou que aconteceria. Castelos de areia não duram o verão todo, assim como as mais belas histórias de amor, eles desaparecem e voltam a ser aquilo que lhes deu origem, simples grãos de areia. 


Silvana Hennicka!!

Preciso de Você

Vou gritar aos quatro ventos que te desejo mais do que o ar que necessito para viver. Sem tua presença a vida me é levada para longe e fico frágil, sem rumo, sem a coisa mais importante, que é, a vontade de acordar ao seu lado e sentir novamente o gosto do seu beijo. Lembro do vidro embaçado e do pequeno coração que fiz com o dedo indicador, mas que o ar quente destruiu assim que o motor foi ligado. Agora só tenho um último desejo, não faça o mesmo com o meu coração, que já não pode mais sentir o vidro embaçado, pois o inverno acabou, mas o nosso amor ficou!!


Silvana Hennicka!!

sábado, 5 de maio de 2012

Aprendi que...

...amores eternos podem acabar em uma noite...
Que grandes amigos podem se tornar grandes inimigos...
Que o amor sozinho, não tem a força que eu imaginava...
Que ouvir os outros é o melhor remédio e o pior veneno...
Que o "olhar nos olhos", já não representa sinceridade...
Que um abraço em meio a lágrimas, pode ser frio e vazio...
Que o "melhor amigo", foi inventado por uma pessoa iludida...
Que se olharmos bem, a maioria das pessoas traz consigo uma pitada de hipocrisia...
Que a gente nunca conhece uma pessoa de verdade, que elas são uma caixinha de surpresas, afinal, gastamos uma vida inteira para conhecermos nós mesmos...
Que os poucos amigos que te apoiam na queda, são muito mais fortes do que os que te empurram...
Que as rosas, mais cedo ou mais tarde irão murchar...
Que o melhor dos perfumes, um dia se dissipará...
Que viver comigo mesma é a melhor opção...
Que depender de alguém é na verdade estar só, no meio de uma multidão...
Que sempre que há uma aposta há um risco...
Que um precisa perder, para que o outro possa ganhar...
Que devemos somar e não dividir...
Que os príncipes só existem nos contos de fadas...
Que pessoas perfeitas são uma ilusão...
Que as pessoas se perdem quando lhe dão o poder e o dinheiro...
Que o "nunca mais" nunca se cumpre...
Que o "para sempre" um dia acaba...
Que a minha família, com suas 1000 diferenças, está sempre aqui quando eu preciso...
Que ainda não inventaram nada melhor do que colo de mãe, desde que o mundo é mundo...
Que vou sempre me surpreender com os outros e comigo mesma...
Que mudar para agradar alguém é aprisionar a própria alma...
Que vou cair e levantar milhões de vezes ainda e ainda não terei aprendido tudo, e ainda ficarei decepcionada com muitas pessoas que sempre considerei serem diferentes do resto da humanidade...
Agora me resta levantar de mais esse tombo, com a ajuda de quem realmente merece um pouquinho do amor que ainda me resta no peito, o mesmo amor que eu estou acostumada a distribuir para quem não merece...

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Eu poderia ter a receita certa para a felicidade eterna, mas não tenho, então, procuro sorrir até mesmo quando a tristeza tenta invadir minha alma, pois só assim, eu engano a solidão.

Silvana Hennicka!!

terça-feira, 1 de maio de 2012

Primavera de jardins coloridos e cheiro de flor de ariticum. Cheiro da minha infância, quando eu e o meu irmão brincávamos debaixo de um pé de laranja lima. Ô saudade que faz o peito apertar. Uma infância que vivi intensamente, mas, cresci, e o cheiro da flor de ariticum, continua aqui, assim como uma mensagem dizendo: "Que pena que você foi embora". Saudade, pura e simples, saudade. Por que eu a sinto??? Eu te odeio, saudade!!! Por que tenho tudo tão vivo em minha memória??? Por que estou aqui e não aí??? Não adianta chegar o outono e transformar as flores em frutos, se eu não tenho coragem para apagar o gosto do seu beijo da minha boca, porque assim, como o cheiro da flor de ariticum, ele está aqui e não tem como esquecer. E as tangerinas...??? Essas davam no começo do inverno. Ficávamos, como dizia minha mãe, fedendo, por causa do cheiro de sua casca. E a mensagem??? Estúpida mensagem que me atormenta!! Tão sem conteúdo, sem nada demais... mentira! Para mim, vale mais que um poema escrito em prosa e verso. Isso me basta e eu me arrependo por ter ido embora, deveria ter ficado, deveria tê-lo beijado!!! Agora vamos viver o frio do inverno, que dá preguiça pela manhã. Café e mais café!! Nada de chá gelado ou sorvete, precisamos de chocolate quente e muitos beijos na boca. Um cobertor de orelha, ou um sussurro no ouvido??? Tanto faz, a regra é, transformar o frio em calor e reler a mensagem com cheiro de flor de ariticum.

- Silvana Hennicka

sábado, 28 de abril de 2012

Vem aqui, chega mais perto do meu corpo. Estou esperando você me pegar com aquele jeitinho que só você tem, um jeito único, que faz todos os poros do meu corpo transpirar amor. Não demora, vem rápido e traz com você, o oxigênio que eu preciso para continuar viva.

Silvana Hennicka!!

Quebrando a Cara Por Coisas Que Valem à Pena

Se eu tivesse a capacidade de não mais quebrar a cara, talvez eu me sentisse melhor, mas ao mesmo tempo, eu estaria morta, habitando esse corpo cheio de vida. Não quero parar de errar. Não quero que minhas lágrimas sequem nem que a paixão desapareça da minha vida. Por decisão própria, eu quero viver todas as emoções que me forem permitidas, pois com as feridas que adquiri nos últimos anos, aprendi a não sofrer com pessoas hipócritas que cruzam o meu caminho. Vou me lançar sim do penhasco dos sonhos, pois tenho certeza, aprendi a voar. Vou viver intensamente todas as sensações que o amor me proporcionar... Não é porque alguém um dia me prometeu o céu e me levou de olhos vendados até o inferno, que eu deixarei de acreditar que ainda existam um príncipes em algum lugar, mesmo que ultimamente, eu só consiga enxergar os cavalos. Eu já pedi a Deus que me desce uma vida comum, como a maioria das pessoas possui, mas imediatamente eu recusei qualquer coisa que não fosse forte o suficiente para me fazer perder a razão. Quero que me falte o ar, quero poder gritar, poder lançar contra a parede, quantos copos forem necessários para chamar a atenção de alguém. Não me importo com nada, quero mesmo é exteriorizar essa alma que habita o meu peito. Não me peça para ter cautela, tudo o que arrisco me pertence e eu te permito observar de longe, como se faz para vencer na vida, acreditando na própria capacidade. Apenas por ser mulher, eu já deixem de ter medo há muito tempo e me faço de surda quando tentam me arrastar para trás com palavras carregadas de inveja. Admito que já me fiz de vítima das circunstâncias, em uma época onde um projeto de vida a dois, me cegou e eu permiti que cortassem as minhas asas, as mesmas asas, que hoje eu protejo dos olhos do mundo e principalmente, dessa coisa surreal que chamamos de paixão, essas reações químicas que fazem com que a gente erre bem mais do que deveria. Hoje eu escolho para onde voar e só volto para casa, quando acho que chegou a hora, não quando alguém me chama. Minha liberdade foi uma conquista, não um presente e é por esse motivo que eu dou valor a ela e a todas as coisas maravilhosas que estou recebendo hoje, principalmente, a independência que me permite viver só, mesmo cercada por uma multidão e me faz ter pena de certas pessoas que vivem uma vida de frustração, apenas para continuar usando outras pessoas como muleta. Tenho pena, pois sei que a infelicidade ronda qualquer pássaro que vive dentro de uma gaiola, assim como essas pessoas, que vivem nessa prisão sem grades, chamada de relacionamento sem amor, sem emoção e sem perspectiva de futuro. Afirmo que vou continuar quebrando a cara, mas agora, por opção, não por falta de razão, pois nada melhor do que os próprios erros do passado para corrigir o nosso futuro e nos dar essa sensação de vida plena no presente.

Silvana Hennicka!!

quinta-feira, 26 de abril de 2012

"Vejo na indiferença o contrário do amor, pois se sentisse ódio, estaria eu, tendo a prova de que essa pessoa ainda é importante na minha vida." 

Silvana Hennicka!!

domingo, 22 de abril de 2012

Busco na ambição, um motivo a mais para sair todos os dias da cama e correr atrás dos meus sonhos!
Silvana Hennicka!!
"Procuro por um homem que seja bom o suficiente para me fazer perder o medo de amar!"
          Silvana Hennicka!! 

Amigas pra vida toda!


Muitas pessoas não sabem o significado da palavra amizade. Eu sei, assim como também sei que posso contar nos dedos das mãos quantos amigos eu tenho, mas para mim o que importa não é a quantidade, nem o fato de estar perto ou não, o que importa, é ter amigos sinceros e que gostem de mim pelo que sou, uma mulher imperfeita e que está sempre com as emoções à "flor da pele". Muitas coisas maravilhosas estão acontecendo na minha vida e uma, em especial, tem ligação direta com minha amiga Franciele Lopes, a pessoa que me mostra a cada dia o valor de uma amizade verdadeira e que, através dessa carta, que vou dividir com vocês agora, me fez chorar de alegria, por saber que, não importa onde eu esteja ou como eu esteja, eu sempre poderei voltar e em seu colo me acomodar. Obrigada por existir na minha vida e por me permitir ser sua amiga.

"Sil. 

Quero te dizer tudo que sinto pois acho que chegou a hora. Hoje com a notícia que você me deu você me trouxe uma esperança que eu perdi a muito tempo, me deu esperança  de que todos podem começar do zero e chegarem aonde querem. Hoje você me deu uma luz no fim do túnel já que você nem imagina como me sinto sozinha e perdida longe de você, acho que amizade é muito mais do que estarmos próximas, é estarmos longe fisicamente mas próximas de alma e de coração.
Sempre acreditei no sucesso desse livro, pois foi escrito com o coração de alguém machucada pela vida, tentando recomeçar com um novo amor, mas acima de tudo por alguém apaixonada pela vida, pois você é esse misto de sensações difícil de explicar, difícil de entender, agiu por impulso, por paixão, por raiva, por carência, precisou ir embora para se ver livre de tudo que te prendia ao passado, precisou se encontrar. Admiro-te por isso quem dera eu ter essa coragem, que sabe um dia vou conseguir me libertar do que me prende aqui e também me encontre.
Obrigada de coração por tudo que fez por mim, por acreditar em mim quando nem eu mesma acreditava,  pela amizade, mimos e presentes dados a mim (hoje estou com aquela blusa branca de fio que você me deu) e principalmente por ter me deixado fazer parte de tudo isso.
Peço desculpas pela falta de tempo que às vezes atrapalham as nossas conversas. Pelo tempo que me afastei, tudo isso serviu para o meu crescimento como pessoa obrigada por ter me dado esse tempo. E desculpe se te magoei algum dia com palavras ou ações, não sou perfeita e agia sem pensar.
 Esse livro é a realização de um sonho meu também e quem sabe por isso me orgulhe tanto de vê-lo publicado e sendo o sucesso que imaginamos, ele nos ligará para sempre, pois nos ajudou a acreditar e a ter uma esperança de um futuro melhor, quando ambas estavam desanimadas era só falar no livro que um sorriso aparecia e nossos olhos brilhavam imaginando o dia da publicação. Lamento que o PH não faça mais parte desse sonho mas acredito que quando alguém é tirado da nossa  vida é por que não era merecedor de partilhar disto conosco.
Você merece todo esse sucesso,venceu com o seu talento e esforço e agora colhe o que plantou. Você é uma pessoa muito especial e de um coração imenso onde as vezes abre para pessoas que não merecem essa dedicação que você tende a oferecer.
Guarde essa carta com carinho pois não sou uma escritora de sucesso como você e sou bem ruim  para me expressar por palavras, então muito provavelmente não haverá outra dessa.  RSRSRSRS
Não caberia aqui nesse papel e nem teria como explicar  toda a felicidade que desejo a você é um sentimento único e verdadeiro que só você me conhecendo pode entender.

Beijos da sua amiga Frozinha."

Silvana Hennicka!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Está tudo aqui dentro, daquele jeitinho que você deixou. As coisas estão bagunçadas e parece que o cheiro do seu perfume nunca se dissipará. O peito é pequeno para abrigar tantas lembranças, mas posso afirmar que lugares pequenos são os mais aconchegantes e por isso, eu não me preocupo se alguns pensamentos precisam ficar empilhados uns em cima dos outros. Sabe aquela parte onde bate o sol, coloquei ali o gosto do seu beijo e do lado da orquídea amarela, deixei o brilho dos seus olhos, arrumei com cuidado, para que o Sol não danifique a expressão do seu rosto, não quero vê-lo de forma errada ou ter em minha mente, a pessoa triste que você foi um dia. Por mais que haja lembranças do lado de fora esperando para serem acomodadas aqui no meu peito, eu ainda quero acumular as coisas boas que fizeram do nosso passado algo que nunca deverá ser esquecido.


Silvana Hennicka!!

domingo, 15 de abril de 2012

A Felicidade Tem que estar em você!!

Em qualquer relacionamento deve-se amar com cautela, pois da mesma maneira que uma moeda tem duas faces, as pessoas têm duas caras, sendo assim, é difícil saber o que tem do outro lado, ou por trás da máscara que todo ser humano carrega na face. Fazer o que, na vida estamos sempre aprendendo e com isso, crescendo e evoluindo como indivíduos. Não existe um manual que ensine como identificar palavras verdadeiras das palavras que são trazidas pela hipocrisia e a maioria das pessoas acaba se apaixonando pela ideia de se apaixonar, ficando desta maneira, vulneráveis e a mercê do sofrimento que este sentimento trará, mais cedo ou mais tarde, já que a paixão nunca acaba ao mesmo tempo para as duas partes envolvidas. Seja feliz com o que você possui e não com aquilo que você pensa encontrar em outra pessoa. A felicidade tem que estar em você e não nas coisas que te cercam ou naqueles com quem você convive. Ser feliz é acordar todos os dias para respirar o ar da vida e não para viver a vida de outro. Ser feliz é não perder tempo pensando que tudo poderia ter sido diferente, mas sim fazer a diferença. Ser feliz é buscar em um relacionamento a capacidade de conviver com as diferenças, pois a vida é boa demais pra ser insignificante e perdida por causa da nossa racionalidade. Ter os pés no chão é fundamental, mas cortar as próprias asas é ser estúpido o suficiente para morrer e continuar respirando. 

Silvana Hennicka!!

terça-feira, 10 de abril de 2012

Em Seus Olhos...

Em seus olhos, vejo a indiferença que agride a minha alma. 
Em seus olhos,  pude ver o meu futuro e o meu passado. 
Em seus olhos, eu quis estar e neles me acalmar. 
Seus olhos me fizeram viajar e também voltar. 
Seus olhos me fizeram cair na real e perder a razão. 
Seus olhos são o mar onde eu naufraguei e o porto onde eu ancorei. 
No brilho dos seus olhos vi a menina que ainda sou.
No brilho dos seus olhos eu pude pensar e sonhar.
No brilho dos seus olhos eu morri e por causa deles, eu renasci.
Me perdi no seu olhar, me perdi, me perdi...


Silvana Hennicka!!

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Penso que deveríamos ser loucas sorridentes, pois as melhores coisas da vida são atraídas pelo sorriso e as maiores emoções são fruto da nossa irracionalidade!!


Silvana Hennicka!!