terça-feira, 15 de novembro de 2011

Resgate de Mim Mesma

Gostaria de esclarecer à algumas pessoas desavisadas e que estão sempre me criticando por eu passar os dias "batendo na mesma tecla", que meus últimos textos estão saindo de algum lugar desconhecido da minha alma e que eu não são dedicados a ninguém em especial. Aprendi a procurar inspiração em outros mundos e não preciso mais sofrer para conseguir escrever. Até acredito que exista, em algum momento, resquícios de uma história nas frases que compõe meus textos, mas eu não perco mais tempo tentando expor os meus sentimentos para quem quer quer seja. Sei que muitas pessoas se sentirão bem com essa declaração, pois já cansaram de me dar conselhos. Hoje estou escrevendo muito mais, do que quando usava a minha vida como modelo e meu sofrimento como inspiração. Estou na melhor fase da minha vida e com ela está vindo uma enxurrada de informação e conhecimento. É como se eu tivesse um baú do tesouro escondido debaixo da cama e só agora eu encontrei a chave. Não sigo regras para escrever. Escrevo de uma maneira só minha e não gosto de imitar ninguém, mas sei admirar e repassar as coisas que me chamam a atenção. Obrigada a todos que sempre perdem alguns minutos do seu dia, para fazer uma visita aos "Pedaços de Minha Memória". Este blog não é um diário, mas em algumas ocasiões, eu gosto de dividir com vocês as minhas alegrias e as minhas conquistas. Ano que vem eu vou trabalhar em Lisboa e no tempo que eu ficar em Portugal, dividirei com vocês cada minuto dos meus dias e quando voltar, tenho certeza de que meu segundo livro estará pronto. Obrigada pelo carinho e não, eu ainda não desisti das borboletas, mas confesso que as fadas estão me conquistando, assim como os beija-flores!!
Silvana Hennicka!!