sábado, 19 de novembro de 2011

Procure a Sua Paz

Sabe, olhando assim pra trás, bem por cima do meu ombro, o mesmo ombro em que você chorou várias vezes e que acalmou sua alma nas noites em que a insegurança te rodeava, vejo que quem perdeu foi você. Perdeu o caráter, a vergonha, a estima de si mesmo e o pior de tudo, perdeu o meu amor e por mais que não demostre, perdeu-se de si mesmo. Você nunca vai encontrar alguém que te ame como eu te amei. Que deixe de lado a própria vida por amor, assim como eu fiz com você. Você nunca vai encontrar quem te guie e te espere sorrindo madrugada à fora, mesmo quando o maior desejo é chorar pela sua falta de compreensão. Você nunca vai encontrar alguém que te deseje, dias sem fim, noites sem fim... É, meu anjo, você acabou perdendo, e sabe por que? Por que eu vou continuar sendo a mulher que sempre fui, a que mima, que abraça, que consola, faz massagem no pé depois de um dia estressante... Eu voltarei a olhar de cima pra baixo, com um belo sorriso nos lábios e totalmente segura de mim. Por que eu saí ganhando? Porque não perdi a minha dignidade, nem o amor por mim mesma, vou continuar a calçar meu salto alto e a sentir-me bem, com a certeza de que fiz de tudo para dar certo.  Vou continuar sendo desejada e retribuindo com um sorriso maroto os elogios e você, você nunca mais vai achar quem te queira como eu te quis, que ignorava os seus defeitos e que ria do seu mal humor. Para você os verões serão sempre iguais e as festas lhe trarão lembranças minhas. Os fogos de fim de ano te lembrarão da minha vontade de viver e do tempo em que pensei te conhecer, do tempo que você foi feliz ao meu lado nos momentos mais simples... Ninguém vai ler pra você enquanto você viaja pelo mundo dos sonhos e das fantasias, assim como eu fazia. Para mim sempre vai sobrar aquele gostinho de novidade de quem abraça a vida e o amor pela primeira vez, com inocência, com toda a força que deve ser, sem se preocupar como será o dia de amanhã e sem pensar qual é a próxima mentira a ser contada. Não terei medo de me entregar a outra paixão e se outra pessoa me enganar como você fez, não faz mal, pois enquanto eu estava com o homem que você fingia ser, eu fui feliz. Por isso, da próxima vez que lembrar de mim, chore, chore muito!! Mas não chore por mim, chore por você...


Silvana Hennicka!!