terça-feira, 15 de novembro de 2011

Não Atormente Meus Sonhos

Ei! Por que você insiste em invadir a minha noite e atrapalhar os meus sonhos? Eu nunca lhe dei essa liberdade. Você não é bem vindo, nem nos meus sonhos, nem nos meus pesadelos. Ponha-se no seu lugar e não me perturbe, pois, mesmo que você venha de asas abertas me oferecendo proteção, eu sei que você não é um anjo do bem. Nos meus sonhos, permito a entrada de seres místicos e anjos de penas brancas, que mostrem em apenas um gesto o que desejam de mim. Dê meia volta e saia daqui, pois sua falta de carinho me faz mal. Deixe-me viver da ilusão que um dia pintei e não tente me mostrar um caminho, que nem você, anjo negro, sabe onde vai dar. Não se disfarce de fada para me encantar, eu já sei quem você é, basta sentir sua presença. Toda vez que você se aproxima do meu corpo, eu sinto o amor por perto, mas em segundos ele se transforma em desespero e medo. Feche as asas e deixe cair a máscara, assumindo assim, o seu próprio "eu". Por que você não se entrega a vida e para de viver nas trevas do mundo que você comprou, um mundo, onde o medo aprisiona sua alma e mata o seu corpo. Me desculpe pelos conselhos, eu sei que você já não tem ouvidos para esse tipo de opinião e também já não me interessa saber o que você pensa, quero apenas que você fica lá, do lado de fora do meu quarto e não polua mais a minha paz, nas noites em que meu único desejo é ser envolvida pelos braços do amor e da esperança. Por mais que as rosas sejam belas, é impossível passar em meio a um roseiral e não se ferir com os espinhos, por isso eu prefiro a beleza das flores que não ferem ninguém para dar em troca o seu perfume.


Silvana Hennicka!!