domingo, 4 de setembro de 2011

Então ele a protegeu com suas asas imensas e ela nunca mais sentiu medo.
Silvana Hennicka