segunda-feira, 4 de julho de 2011

Como é bom ser livre...

Não importa o que te digam a respeito de você estar certo ou errado, porque bom mesmo é ser livre para tomar as próprias decisões. 
Bom mesmo é cantar na chuva, rodar olhando pro céu, ser feliz a cima de tudo. 
Bom mesmo é ter liberdade para escolher o que fazer da própria vida, é poder descobrir que as coisas simples e as pessoas mais humildes são o verdeiro sinônimo de felicidade. 
Bom mesmo é olhar dentro dos olhos da morte e mandá-la embora, pois ainda não chegou a sua hora. 
Bom mesmo é comer um sanduíche enorme e se lambuzar, sem se preocupar com quem está lhe observando.
Bom mesmo é se entregar as paixões e viver cada emoção que elas lhe proporcionarem, seja boa ou ruim.
Bom mesmo é ter o coração aberto para as críticas e fazer disso um aprendizado, pois essa é uma das maneiras de admitir que não somos perfeitos.
Bom mesmo é tomar citrus com vodca, durante uma sessão de fofocas com os amigos e depois comer suspiro para passar o porre.
Bom mesmo é ter uma amiga para desabafar nas horas de tristeza, é poder xingar, se lamentar, se fazer de vítima, mas o melhor de tudo, é poder dar muita risada quando notar que nem era pra tanto.
Bom mesmo é reencontrar a família e sentir segurança.
Bom mesmo é quebrar a cara, pois cada cicatriz que ficar em você, vai lhe fazer lembrar dos erros e assim lhe ajudar a errar menos.
Bom mesmo é fazer uma tatuagem, isso prova que você é uma pessoas de atitude.
Bom mesmo é se arrepender de ter feito uma tatuagem, isso prova que você também tem o direito de se arrepender.
Bom mesmo é demonstrar o tamanho de sua paixão, seja ela pelo que for.
Bom mesmo é ter a capacidade de perdoar e se livrar das coisas ruins que preenchem o seu coração.
Bom mesmo é conseguir passar o final de semana sozinho e não sentir solidão, isso é descobrir que você consigo mesmo já basta.
Bom mesmo é abrir uma caixa de lembranças e relembrar...  é sentir saudade, e chorar de arrependimento.... e depois disso tudo sorrir diante do espelho, por estar feliz.
Bom mesmo é admitir que perdeu um grande amor, por não ter tido mais paciência.
Bom mesmo é ter a capacidade de recomeçar do zero e não de onde parou, pois só assim, teremos a chance de corrigir os erros cometidos.
Bom mesmo é andar com as próprias pernas e deixar as muletas para os que precisam realmente.
Bom mesmo é nunca abrir mão dos sonhos, mesmo sabendo que alguns nunca se realizarão, pois sem sonhos somos pessoas vazias e pessoas vazias, não tem a capacidade de amar.
Bom mesmo é não sentir a vaidade tomar conta do nosso corpo, pois até o bumbum mais firme cai um dia.
Bom mesmo é ver a beleza interna de cada ser e não apenas a casca que os envolve, pois se um ele esquecer de vesti-la, você não o reconhecerá.
Bom mesmo é paquerar, é beijar, é se aquecer com outro corpo, mas sem esquecer que você não é dono de ninguém. 
Bom mesmo é ter disposição para sair da cama em um dia gelado no inverno apenas para ver o Sol levar a geada embora.
Bom mesmo é ser quem você é e nunca mudar seu gosto musical apenas para agradar alguém, ou comer coisas esquisitas só por que a pessoa que você tá afim, acha "maneiro".
Bom mesmo é ter um carro velho, mas não dever nada ao banco, pois viver de aparências é o mesmo que deixar a alma presa em uma jaula.
Seja quem você é e não use ninguém como escada, pois se um dia você precisar voltar, terá que passar pelos mesmos degraus que te lavaram ao topo, ou então cairá direto com a cara no chão.


Silvana Hennicka!