terça-feira, 19 de julho de 2011

Angústia...

Não sei o que ouve agora, neste instante, mas uma súbita tristeza invadiu meu coração. Um aperto no peito arrancou lágrimas dos meus olhos e me fez sentir medo novamente. Posso dizer com certeza que meu coração está me pregando uma "peça", já que eu não me sentia assim há muito tempo. As vezes ele faz dessas, quer que eu faça coisas insensatas e que não me levariam a lugar algum. É como dar um giro de 360°, andar, andar e voltar para o início. Mas não adianta ele insistir, eu não posso fazer o que ele me pede, por mais que ele grite e pule dentro do meu peito, não dá, não posso insistir no mesmo erro... O que me resta e buscar forças no colo das minhas amigas, elas sim, tem o poder de colocar meu coração em seu devido lugar e me fazer voltar a realidade. Eu já pensei, várias vezes, que elas estavam erradas e segui contra o vento, "quebrei a cara" e sempre voltei com decepção e desilusão no olhar. Eu queria muito ouvir o que tenho no peito, mas hoje, apenas hoje, eu vou seguir minha mente, pois tenho a plena certeza de que amanhã ele vai me dizer que se enganou mais uma vez, e assim eu não vou precisar me arrepender por tomar atitudes impensadas e que no fundo, não fariam mais diferença alguma. Tudo já é passado, mas nem tudo já foi dito. Há muita coisa pairando pelo ar em forma de enormes pontos de interrogação e quando cada um encontrar sua resposta, a vida voltará a ter o mesmo valor que tinha antes deles aparecerem e enquanto ninguém conseguir escrever o livro das respostas para todas as perguntas que ainda existem, eu vou simplesmente, vivendo e esperando.....


Silvana Hennicka!!!