segunda-feira, 16 de maio de 2011

O Beija-flor como um sinal!!

Poucas pessoas já tiveram a oportunidade de ter em suas mão um Beija-flor, eu ao contrário, já passei por essa experiência três vezes. Hoje pela manhã isso se repetiu. Acordei, e em meio aos meus devaneios, ainda na cama, ouvi um bater de asas na minha sala de visita. Saí imediatamente do quarto e o vi na janela. Para meu espanto, ele não se debateu, ficou parado, sem medo algum e eu então o tomei em minha mãos. Um Beija-flor... mas eu amo as borboletas. Por que um Beija-flor? Deve ser um sinal para que eu mude o foco sobre o que eu acho ser prioridade. Depois de estar com ele bem acomodado em minha mão direita, eu fui até a cozinha, afim de mostrá-lo para a Tânia e o Felipe. Após bajularmos bastante o indefeso passarinho, decidimos soltá-lo. Mais uma vez o espanto. Abri lentamente a minha mão, mas ele não saiu, ficou imóvel, me olhando. Eu mexi os dedos afim de espantá-lo e depois de muito insistir, ele bateu asas e voou. Talvez ele estivesse precisando se sentir aprisionado em algum momento, por algum motivo, ou então não teria entrado em minha casa. Podemos ser livres, mesmo cercados por grades, pois a liberdade está dentro de nós. 

- Silvana Hennicka