sábado, 28 de maio de 2011

Pé na estrada!!!!

Até que enfim decidi, vou viajar com o carro preto e veloz. Viajarei para o infinito, para o incerto, para o desconhecido...Viajarei para matar a saudade, a vontade e sentir liberdade. No trajeto ouvirei músicas e pensarei no retorno. Vou dirigir rumo aos meus sonhos e no caminho... no caminho eu farei uma parada para olhar o horizonte e ver o Sol nascer. Tirarei fotos para preencher os espaços vazios nos álbuns. 
Partirei de madrugada e levarei na bagagem esperança... esperança de que no retorno, tudo tenha mudado, que uma nova viajem se aproxime e que um novo vôo seja antecipado.
Passarei por pedágios e em um deles, pedirei o passaporte para cessar minha angústia e ganhar assas. 
Quero ser livre e não me importo em pagar o preço que me é cobrado. Posso também, trocar minha liberdade por rosas azuis e borboletas coloridas.
Para os que me aguardam em ansiedade extrema, o recado é que já estou chegando, só peço que prepare um café da manhã com pão quentinho e uma pitada de amor... amor de quem me ama sem pedir nada em troca. Nem o maior tesouro do mundo me faria mais feliz do que dar um abraço apertado e sentir aquela alegria dos cinco minutos...
O carro... ah, o carro...  mãos firmes no volante e velocidade constante. Satisfação e emoção. Ao meu lado não terei ninguém, apenas lembranças... lembranças da velocidade na madrugada fria e a pressa de voltar pra casa e fazer amor. Nas malas, pouca coisa. Não levarei camisolas ou vestidos para a noite, não me interessa a diversão noturna. Levarei apenas pijamas e pantufas. Para escrever em um lugar só meu, não preciso de nada, além de uma xícara de chá quente, uma lareira, um cão como companheiro e uma janela entreaberta, pois quando um beija flor aparecer, poderá entrar e quando você, em frente a casa parar, poderei lhe observar.
Não direi adeus, apenas até breve, afinal, estarei bem perto, pela tela dos computadores que me seguem e pelas palavras que escrevo aqui. A viajem não será longa e o retorno se  dará em breve. Quando eu voltar, trarei novidades e a vida terá se tornado menos ansiosa e mais leve. Não sei bem o que busco, mas me basta saber que busco algo. Eu poderia fazer uma viajem interior, mas não seria o suficiente, eu preciso mais... preciso sentir o vento na cara e mais calor no corpo. Preciso não só me encontrar, mas encontrar alguém que se perdeu de mim. Sei que não posso encontrá-lo para onde estou indo, mas posso buscar meus sonhos, que sei, já não estão aqui. Meus sonhos estão bem além do que posso ver ou imaginar, eles se encontram em um lugar chamado esperança e é pra lá que eu parto amanhã assim que acordar.


Silvana Hennicka!!!

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Semeando Estrelas!


Plantei estrelas pelo chão
Pra que você pudesse ver
Pedi licença para o Sol
E fiz a Lua amanhecer.


Te iluminei com os meus raios
Te aqueci com meu calor
Te dei abrigo no meu corpo
E nunca te neguei amor.


Você não deu aviso prévio
Simplesmente se apossou
Fez de mim sua morada
E com seu jeito me domou.


Na minha pele, o arrepio
No teu gemido, emoção
Na minha boca, o seu gosto
E nos meus sonhos... solidão.


Por que em mim acreditei?
Se minha mente só me engana?
Por que a ti eu me entreguei?
Se já não vive em minha cama?


Eu sei que ainda há esperança
Tudo, tudo está mudando
Prefiro viver das lembranças
A ter que viver chorando.


Insistência.... mesma tecla
Bate e volta.... entristece
A esperança se dissipa
E o amor... desaparece.


Os sonhos já não somam
Pouco a pouco se dividem
Tanto faz se estou por perto
Pois vivemos do incerto.


Busco sempre acreditar
Quero não mais me enganar
Mas meus olhos te procuram
E eu não posso mais chorar.


Silvana Hennicka!!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Um Basta no Sofrimento.


Qual é a receita para se lidar com o sofrimento? Falo com todas as letras, que não existe tal coisa... Um caderninho que você abre a página onde diz: " receita para acabar com o sofrimento". O sofrimento pode ser considerado um mal, mas ao mesmo tempo é uma maneira de crescermos e aprendermos com os nossos erros, quando sofremos por atitudes impensadas ou por falta de atitudes. Estou escrevendo sobre este tema, por um motivo, três amigas me procuraram hoje, em momentos diferentes, para pedir colo, pois estavam sofrendo. Uma sofria por amor, outra por arrependimento e a outra não sabia ao certo o motivo que a fazia querer morrer. Não importa o motivo de cada uma, mas o fato de que tinham dentro de si uma angústia muito grande e não sabiam a receita para acabar com ela. O que eu poderia dizer, se alguns dias atrás, eu mesma não sabia que rumo tomar, ou o que fazer em relação ao meu coração, que estava destroçado por falta do meu amor? Sem saber muito bem o que fazer eu tentei então, amenizar o que elas estavam sentindo com um belo balde de água fria. De uma maneira não muito sutil, eu pedi para que tomassem uma atitude em relação ao que levou cada uma delas a ficar daquela maneira. Se o problema é um homem que insiste em te maltratar e faz questão de se fazer presente, apenas para ver o seu sofrimento...? O que você precisa é criar vergonha na cara e desaparecer da vida dele. Se ele já disse com todas as leras que está tudo acabado, então o que está esperando para arrumar coisa melhor e ser feliz? Talvez essa seja a receita para acabar com o sofrimento, mas nesse caso, ela não está sabendo misturar os ingredientes da maneira correta e vai continuar confundindo sal com açúcar, até o dia em que alguém apareça e lhe ajude fazer o bolo, fazendo-a feliz de verdade. Mas tem um detalhe, quando ela for cortá-lo, a primeira fatia com certeza será dada ao ex, pois ele se empenhou tanto em fazê-la sofrer, que ele merece. Não gosto de vingança. Acho que ela maltrata a nós mesmos, mas nesse caso, essa atitude é para ela provar a si mesma, que superou o dito cujo. Já no caso de sofrermos por algo impensado... não tem jeito, temos que arcar com as consequências, fazer com que um ato de burrice, se transforme em uma escola, para que aquela situação não se repita. Mas o que dizer para uma pessoa que prefere estar morta a continuar sofrendo? Não posso falar muito a esse respeito, pois eu mesma já desejei isso inúmeras vezes e sei como é difícil ter esse sentimento. O pior de tudo, é ver alguém que eu amo muito, nessa situação. Minha frôzinha, você ainda é tão novinha para achar que sua vida não tem mais solução. Queria poder arrancar a dor e a angústia de dentro do peito de cada uma de vocês, e de todas as pessoas que sofrem pelos mais variados motivos, mas não posso. Cada um de nós tem uma cruz a carregar.... 
Uma cruz, que na maioria das vezes é difícil, por não sabermos escolher a madeira certa e insistimos em pegar a mais pesada. 
               Tem uma frase do Charlie Chaplin que diz: "Para poder rir verdadeiramente, devemos estar disponíveis para apanhar a nossa dor e brincar com ela". É isso aí, vamos pegar a nossa dor e fazer dela um instrumento de diversão. Não é fácil, mas podemos tentar e se conseguirmos, amanhã iremos dar muitas gargalhadas das besteiras que nos deixam triste hoje. 

Silavana Hennicka!!

sábado, 21 de maio de 2011

Fui assaltada!!!

Quem leu meu post de quinta feira à noite, deve ter achado estranho eu dizer que sentia que algo ruim aconteceria... Pode ter sido coincidência, mas ontem eu fui assaltada dentro da minha própria casa. Eu estava entrando e o ladrão saindo. A sensação é inexplicável. Eu a menos de 30 cm de um bandido, e sem poder fazer nada, apenas pedi que ele deixasse o que carregava nas mãos. Não sei como consegui falar aquilo, mas falei, o infeliz soltou o objeto e pulou a grade, indo embora como se nada tivesse acontecido. A princípio achei estranho, mas logo depois eu entendi.... Em seu bolso estava o meu celular e um HD, com todos os meus arquivos, os quais eu dei falta logo que entrei em meu quarto. Mas como meus anjos da guarda estão sempre de plantão, meia hora antes eu resolvi que seria prudente copiar os arquivos para dentro do netbook, como uma forma de bkp. Perdi um celular e um HD de 1TB, mas não aconteceu nada comigo nem com minhas amigas que moram aqui, já que elas estavam dentro da casa e não viram nada. Agora me pergunto, será que minha intuição estava certa, ou eu atraí isso, ao colocar na cabeça que algo aconteceria?

Silvana Hennicka!!!!

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Não sei se hoje conseguirei dormir em paz. Estou sentindo o peito apertar e o coração tá doendo. Como sempre, não sei explicar, só tenho a sensação de que algo não vai bem. Pode ser o frio que eu tanto detesto, como pode ser algo bem mais grave, meu coração dificilmente se engana, mas enquanto as coisas continuam em seus devidos lugares, vou buscar a luz para me guiar... Quem sabe assim eu consiga ver o caminho certo e nada de ruim aconteça? 


Sivana Hennicka!!

Eternamente!!!!

Hoje decidi dividir com vocês uma coisa que aconteceu na minha vida. Um certo dia, andando distraída pelas ruas de Copacabana, eu não percebi que alguém me observava. Cheguei ao prédio onde morava e ao entrar no elevador eu fui abordada por uma pessoa. Um senhor alto e completamente grisalho. 
Dentro do elevador ele ficou olhando para as minhas costas e disse que eu era a pessoa que ele estava procurando. A princípio eu ri e pensei ser uma cantada, mas não era, ele realmente queria algo de mim e após fazer uma investigação precisa sobre aquele homem misterioso com sotaque norte-americano, eu cedi aos seus desejos. Uma sessão com mais de 400 fotos, tiradas num fim de tarde, nas praias do Leme e de Copacabana e o resultado estou expondo hoje. 
Ainda são poucos os quadros e não tem data a exposição, mas a emoção de pousar para Jonh Nicholson, um texano de Huston, atualmente um grande pintor no brasil, não tem como explicar. Eu, uma guarapuavana que acabara de se mudar para o Rio de Janeiro, uma simples mortal... 
Parece coisa de cinema, mas aconteceu comigo, estou sendo eternizada através das obras de um anjo que Deus pôs na minha vida. Obrigada meu amigo, pelas vezes que você deixou seu trabalho de lado, só para ouvir meus escritos e me dar conselhos. 




Silvana Hennicka!!

O mistério da Música!!!!

A música era envolvente... Um vestido preto e nos pés, sandálias. Sandálias de salto alto, do jeito que ele gostava. Ela dançava, e ele... ele a admirava. Admirava seu olhar sedutor e seu sorriso envolvente. A música não parava, e ela... dançava, brincava, encantava. Eram o centro das atenções, mas para eles, não havia outras pessoas sob o brilho das luzes que piscavam freneticamente. Era só ele, ela e a música. Um gole de bebida e a dança não cessava. Ele a desejava, mas ela... só dançava. Mudou o ritmo, é hora de ser sensual e fazer o desejo aumentar. Se aproximam... Um beijo, "chama" que acende, coração dispara, mas ela se afasta... a pista a espera, ele insiste e depois desiste. Enquanto ela fecha os olhos e sente a música tocar sua pele, ele apenas observa, viaja em suas fantasias de homem apaixonado. Ele não resiste, a toma nos braços e a leva pra longe... Pra longe da música, pra perto de si. Na cama eles se transformam em um único ser... Um ser fundido pelo prazer. Ela é seu objeto de conquista, uma amante, a mulher perfeita... a "sua" mulher. A mulher das noites de amor, dos dias de solidão... A mulher dos seus segredos, dos seus sonhos... A mulher do seu destino e do seu querer. Sua pele, sua boca, seu cabelo, seu cheiro... Tudo dela ele possui. Tornou-se proprietário de um mistério que já não quer desvendar, pois o não saber é o que fascina,  enlouquece e o leva para o céu. Já não precisa mais das respostas, basta saber que ela é real, e que onde houver música, ele poderá encontrá-la.

Silvana Hennicka!!!

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Desconfie do destino e acredite em você!!!!

Gaste mais horas realizando que sonhando. 
Fazendo que planejando.
Vivendo do que esperando. 
Ao me amar de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome... Auto-estima.

Ao me amar de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é...Autenticidade.
Ao me amar de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de... Amadurecimento.
Ao me amar de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém, apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento, ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesma.
Hoje sei que o nome disso é ... Respeito.
Ao me amar de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável... Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama...Amor-próprio.
Ao me amar de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os grandes projetos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é...Simplicidade.
Ao me amar de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei menos vezes.
Hoje descobri a...Humildade.
Ao me amar de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é...Plenitude.
Ao me amar de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é... Saber viver


segunda-feira, 16 de maio de 2011

O Beija-flor como um sinal!!

Poucas pessoas já tiveram a oportunidade de ter em suas mão um Beija-flor, eu ao contrário, já passei por essa experiência três vezes. Hoje pela manhã isso se repetiu. Acordei, e em meio aos meus devaneios, ainda na cama, ouvi um bater de asas na minha sala de visita. Saí imediatamente do quarto e o vi na janela. Para meu espanto, ele não se debateu, ficou parado, sem medo algum e eu então o tomei em minha mãos. Um Beija-flor... mas eu amo as borboletas. Por que um Beija-flor? Deve ser um sinal para que eu mude o foco sobre o que eu acho ser prioridade. Depois de estar com ele bem acomodado em minha mão direita, eu fui até a cozinha, afim de mostrá-lo para a Tânia e o Felipe. Após bajularmos bastante o indefeso passarinho, decidimos soltá-lo. Mais uma vez o espanto. Abri lentamente a minha mão, mas ele não saiu, ficou imóvel, me olhando. Eu mexi os dedos afim de espantá-lo e depois de muito insistir, ele bateu asas e voou. Talvez ele estivesse precisando se sentir aprisionado em algum momento, por algum motivo, ou então não teria entrado em minha casa. Podemos ser livres, mesmo cercados por grades, pois a liberdade está dentro de nós. 

- Silvana Hennicka

domingo, 15 de maio de 2011

Dois Anjos que me Completam!!


Dois anjos que Deus me deu
Duas almas intercaladas
Nos olhos verdes de um
Meu mundo se encontra
E no sorriso do outro
Minha vida se completa
Vocês são o melhor de tudo
São o melhor de mim
Dois seres com inteligência que assusta
Com ingenuidade que encanta
Uma educação de admirar
E um gênio que me atiça
Fico sem palavras diante do abraço
E relembro as lágrimas de saudade
Dos erros me arrependi
Busco agora, um recomeço
Um geminiano que se basta
Um libriano carente
À vocês eu dei a vida
Por vocês ainda vivo
Nas lembranças daquele quarto
Dois berços e dois rostos
Os dois primeiros dentes 
E os primeiros passos
A palavra tão esperada 
O primeiro "galo" na cabeça
Aquela febre que não cedia 
E um pedido de socorro
Vários travesseiros azuis
E nenhuma chupeta
O choro da madrugada 
Mamadeiras e mais mamadeiras
Hoje a escolha é batata frita
E um refrigerante
Cadê o brócolis que a mamãe fez?
Eca, que nojo
Mas eu continuo amando vocês
Não importa que não sejam vegetarianos
Ou que não queiram ir comigo pra balada
Podem me chamar de careta
Sou mesmo
E faço careta em um sessão de cóscegas
Risos e mais risos
Mais pedidos de socorro
Em uma brincadeira disputada
Pena daqueles que não tiveram mãe
Ou que tiveram apenas alguém...
Ser mãe é estar presente mesmo estando distante
E dentro do que me propus
Acerto e erro
Sou humana
E meus filhos?
Para mim imortais
Especiais...
São o ar que me dá a vida
À cima da rosa e sob a borboleta
Tatuados no meu pé
Dois raios de luz
O Sol e a Lua
O dia e a noite
O incerto e o fascinante.
Um poço de amor que nunca se esgota
Obrigada por existirem
O momento é incerto 
Mas acreditamos nas mesmas coisas
Temos as mesmas crenças
E em cima disso
Construiremos o nosso castelo.
Amo vocês!!


Silvana Hennicka!!!

Pobres mulheres aquarianas!!

"A ti Aquário, dou o conceito de futuro, para que através de ti o homem possa ver outras possibilidades.Terás a dor da solidão, pois não te permito personalizar o meu amor." 
Agora sim, tudo está explicado. Obrigada Zeus, valeu mesmo!! Amaldiçoar as aquarianas não foi uma boa coisa a se fazer. Mexer com mulheres independentes e sedutoras é pra acabá! E agora? De que adianta sermos maravilhosas se não nos é permitido viver o amor? Mesmo assim  sinto pena dos homens, por não conseguirem lidar conosco. Nosso brilho os ofusca e eles se sentem ameaçados de alguma maneira. É uma pena, pois passarão a vida toda amando uma aquariana e vivendo ao lado de alguém sem conteúdo, que precisa de uma vela pra poder brilhar pelo simples fato de ter ao seu lado uma mulher submissa. 


Silvana Hennicka!!!

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Quem Ama...

Em meio a desprezos e reconhecimentos, eu vou vivendo. Em meio as turbulências do dia a dia, eu continuo tendo paciência. Por mais que a vento bagunce o meu cabelo, continuo amando os meus cachinhos. Por mais que eu tenha sofrido, nunca deixei de acreditar no amor. O Sol manchou o meu rosto, mesmo assim continua me aquecendo. O sofrimento me fez crescer e a paixão me fez viver. O desespero me trouxe angustia e na distância eu me perdi. Mas não dá nada não, na vida, tudo se supera, apesar de que, nada se esquece. Sentir medo é uma coisa que acontece todos os dias e por mais que alguém esteja te dando apoio, o sofrimento continua sendo seu. O problema é continuar buscando esse sentimento que machuca e faz o peito doer, por isso eu decidi virar a página, mudar o disco, dar valor a quem merece. Na vida, amigos vão e vem, assim como os amores. Um dia a gente pensa que é melhor morrer à ter que viver sem alguém, no outro, nos decepcionamos, e daí...? É, a vida é assim mesmo!!! Quando percebemos que choramos e sofremos por pessoas que não merecem, acabamos sofremos mais ainda por não conseguirmos admitir que estamos sendo estúpidos. Na vida há sempre uma desculpa pra tudo, pra chorar, pra sofrer, pra continuar sendo enrolado...
"A coisa não é bem assim. Ele age desta maneira comigo, mas ainda me ama." Quanta besteira!!! Descobri que o amor é muito maior do que isso. Quem ama cuida, dá atenção, protege, sente orgulho de compartilhar sua felicidade e não quer ficar longe nenhum minuto se quer. Quem ama não precisa se esconder atrás do armário ou mentir, ou inventar desculpas pra tudo o que não tem coragem de assumir. Quem ama pede perdão e também sabe perdoar... Quem ama não maltrata, assume que errou, faz loucuras...Quem ama quer ser feliz, e não importa a opinião das pessoas, pois o amor supera o preconceito e transforma as coisas ruins em doces palavras e momentos inesquecíveis.


Silvana Hennicka!!!


sábado, 7 de maio de 2011

Manhêêêêê!!!!

"Minha mãe já dizia, que se cada vez que ela ouvisse a palavra "mãe", ela ganhasse um tostão, é bem possível que fosse milionária. Mas ela também dizia que trocaria toda a sua fortuna para continuar ouvindo tão sublime palavra". Feliz Dia das Mães para todas nós.


Silvana Hennicka!

quinta-feira, 5 de maio de 2011

"Te encontrei, te beijei, te descobri.
Te toquei, te amei, te perdi.
Te ofendi, critiquei, esperei.
Te menti, sofri, me enganei."


Silvana Hennicka!!
"Vou continuar fingindo pra mim mesma que já não te quero, pois assumir o contrário, seria por em risco o meu existir".


Silvana Hennicka!!

quarta-feira, 4 de maio de 2011

O Vazio

Pedes para que acenda velas
Que use uma camisola negra
Palavras ásperas, insultos, tormento
Meu ser... 
Ferido pelos espinhos
O sabor daquele vinho
Permanece sobre as papilas da minha língua
Se tão intenso for o prazer
Um feitiço eu farei
E da minha cama 
Não mais te libertarei
Que se perca tudo
Não me importo
Entre murmúrios e sussurros
As velas se apagarão
A culpa tomará forma
E o desprezo virá à tona
É sempre assim
Saio pé por pé 
Em meio a escuridão
Um gole d´água 
Na boca seca
Uma olhada através do vidro
E na cama?
O vazio
Um gratificante sonho
Em meio a solidão
Mais uma olhada, tristeza
Dormir não mais
A noite se faz fria
A face umedece
Só a luz do carro permanece
Já não quer me pertencer
Eu sinto, então desisto...


Silvana Hennicka!!

Bom dia!!!!

Hoje quando acordei, fiquei surpresa ao ver o céu. O sol reinava em sua plenitude, e o frio que ontem não me deixava sair da cama, já se fazia menos intenso. Não quero mais perder tempo, por isso expulsei os cobertores que me aqueciam e fiz uma coisa que a muito não fazia, coloquei uma calça de moletom e um tênis. Me senti livre, nada de bota de salto e sobretudo, apenas uma blusa colorida e um sorriso no rosto. Esperar as coisas acontecerem e ficar ansiosa, já não vale mais a pena, pois quem quer se fazer presente, se faz, e obrigar as pessoas a me amar ou me querer por perto é desperdiçar energia. 
Ontem eu ganhei um presente que me deixou muito feliz e me fez perceber que quando estamos de bem com a vida, tudo o que desejamos se torna real. Daqui a pouco eu vou terminar o último capítulo do meu livro e fazer a dedicatória. E agora??? A quem dedico o meu filho mais novo??? Isso não importa. Quando chegar a hora, sei que meu coração me guiará e me mostrará quais são as pessoas que se fazem presente "nele" em forma de conselhos e dedicação. Mas uma coisa eu não terei dúvidas, a pessoa principal a quem dedicarei esta obra, sou eu mesma, pois, foi eu quem teve que superar os maiores desafios para colocar o ponto final e dizer, isso acaba aqui. Agora eu preciso juntar forças para fazer isso na vida real. Preciso ter coragem de dizer, chega, eu não quero mais!!! O problema é que sou uma pessoa que vive muito com as emoções, e por este motivo, sei que ainda continuarei acreditando que o amor pode transformar tudo o que hoje está destruído, e desta maneira, me mostrar  o caminho da felicidade.

Silvana Hennicka!!

terça-feira, 3 de maio de 2011

Hoje eu consegui afastar um pouco as nuvens negras que encobriam o sol, deixando assim, a luz chegar até mim. Tentarei manter-me positiva amanhã, e depois, e depois.... até o dia em que não haverá mais nuvens sobre mim, a não ser quando a terra necessitar de água, mas neste dia, eu cantarei na chuva.

Silvana Hennicka!

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Desculpe pela minha tristeza!!

Quero pedir desculpas se estou deprimindo alguém com a minha tristeza, mas dividir o peso, faz com que a viajem se torne mais fácil. Obrigada por vocês estarem comigo, em um dos momentos mais importantes da minha vida, o momento em que consegui admitir que não sou perfeita, e que, como todos os mortais, eu também faço coisas erradas, me engano, julgo pelo que os meus olhos vêem e não pelo que meu coração me mostra. Agora, eu espero poder corrigir os erros e recuperar uma das coisas mais importantes, a minha "alma". Eu já sei onde ela está refugiada, só me falta coragem de encará-la e pedir perdão pelo tanto que a fiz sofrer e ainda faço. Espero que mudando as minhas atitudes, ela volte, sem que eu precise fazer nada. Espero que ela volte, pelo simples fato, de que eu voltei a ter brilho no olhar.


Silvana Hennicka!!

Uma alma em busca de paz!!

Isso tudo me machuca, me sufoca, preciso esvaziar meus pensamento, preciso dar um tempo pra minha mente. Meu corpo se contorce em meio a dor, mas não consigo parar de sofrer. Parece que esse vício chamado amor, já não supre as minhas necessidades, preciso mais, preciso sentir a respiração de quem que me dava segurança. Em meio as minhas poções mágicas, eu busco entender por que sou assim? Por que tenho que viver neste mar de buscas incessantes? São coisas medíocres que só me desgastam.
Eu preciso voltar para o ninho, voltar para as asas do meu anjo, pois ,sem ele, a vida perde a cor e meu mundo se torna insignificante. Acordar pela manhã já se tornou pior do que a dor de uma grave doença, ou do fantasma que insiste em atormentar os meus dias. Eu clamo a todas as bruxas do mundo, resgatem a minha alma do posso de pixe que a joguei!!! Sem alma é melhor não viver, é melhor lançar ao vento as minhas cinzas, pois só assim eu estarei livre dessa prisão.
Não quero mais ser esta pessoa a qual, minha outra metade já não pode confiar. Prometo aos Deuses que, se um dia eu encontrar este espírito errante que me completa, darei a ele o alimento pelo qual ele tanto grita, pelo qual ele tanto sofre, mas para isso, eu preciso provar que ainda posso fazer bem, provar a ele, que meu amor não é uma dose de curare, mas sim, uma gota de mel. Eu poderia dizer que, abrir mão deste mundo, seria mais fácil que abrir mão deste "ser" pelo qual eu esperei a vida toda, pelo qual eu vive as mais fortes emoções, pelo qual eu soube chorar de saudade e gemer de amor. Hoje, dormir sem ter as suas asas em volta do meu corpo, é como ficar nua em meio ao gelo, minha pele queima, mesmo meu corpo estando frio, pois o calor que existia dentro de mim, foi sumindo, a medida que eu fui errando. Por muito tempo eu busquei respostas e só agora eu consigo entender o por que de tudo isso. Sofro por ter sido uma pessoa que não soube amar, que não soube lidar com tamanha paixão. Obrigada por ter deixado tudo mais claro na minha mente e ter me mostrado que não tem como amar com palavras, mas sim com o coração. A causa do meu martírio está definida no meio de um monte de frases mal organizadas e escritas por uma mente doente a qual eu deixo guiar a minha vida. Preciso recuperar aquela casa com uma lareira e um cantinho para escrever meus livros. Preciso voltar para dentro de mim e assim resgatar aquela flor pela qual a mais bela borboleta se encantou. Ela nunca se afastava do jardim, até o dia em que sua flor preferida começou a murchar e virar um monte de galhos secos. Mas, ela nunca perdeu a esperança, pois acreditava que, se continuasse regando e cuidando, sua flor não morreria, mesmo assim, ela não resistiu. Ela foi definhando até o último momento, porém, como Deus nunca desiste de quem realmente busca o que é certo, as raízes da bela flor continuaram fortes, e agora, há uma esperança de que tudo volte a ter o mesmo brilho que teve, 3 dias antes do início daquele verão. Brilhar era comigo, sonhar então... isso nem se fala, os sonhos eram o combustível que me levava para um lugar chamado ideal, mas tudo isso foi deixado para traz, no dia em que eu confundi sonhos com devaneios e comecei a duvidar que tudo poderia ser possível. Comecei a dar valor para coisas sem valor e esqueci de observar que, os maiores tesouros são encontrados em meio as pedras. Eu queria um campo limpo e livre de ervas daninhas, mas devido a minha ingenuidade, eu fui deixando elas se proliferarem e destruirem tudo o que havia de bom. Isso só aconteceu porque eu permiti e só cabe a mim dar um fim a tudo isso. Destruir esses parasitas de uma vez, e me livrar de mais essa dependência, é a unica maneira de convencer a bela borboleta a voltar para o seu lugar de origem. Por muitas vezes eu me perdi em meio aos meus sonhos, e num dos mais belos, eu pude sentir o toque de suas mãos, mas quando acordei, a unica coisa que restou, foi um sopro de vento deixado pelo bater de suas asas. Quero pedir para o mais importante anjo que possa ter sido enviado por Deus para nos proteger, que vá até o alto daquela montanha e liberte minha outra metade. Mostre que ele ainda pode voar e diga que venha até mim, não só quando eu estiver sonhando, mas quando eu estiver sozinha e com medo, pois apesar de tudo o que há de ruim em minha vida, eu nunca deixei de acreditar que o amor é o único sentimento que pode deixar o passado para traz e dar um novo rumo no presente, para que o futuro seja o encontro com a felicidade.

Silvana Hennicka!!